Quem se prepara para concursos e vestibulares precisa absorver quantidades enormes de conteúdo. O estudo eficiente demanda dedicação, foco e, é claro, muita leitura. Para ajudar quem passa por esse momento, reunimos dicas importantes que vão ajudar a aprimorar seu hábito de ler.

Pratique sempre

(Fonte: Giphy)

Assim como um exercício físico, a leitura melhora com o tempo e com a prática. Quanto mais acostumado a ler você estiver, mais fácil será — e o conteúdo será mais bem absorvido. Então, antes de começar, é importante conhecer como a atividade pode ser praticada: em ambiente bem iluminado, sem muitos barulhos ou com uma música ambiente. Dessa forma, é possível minimizar as distrações e estimular o foco e a atenção.

Prepare-se

(Fonte: Giphy)

Entender o que será lido (uma obra antiga, um conto, um texto dissertativo ou uma matéria jornalística) pode facilitar o processo de leitura. Se for um conteúdo de uma época ou de uma área desconhecida, ter um dicionário à mão é uma boa pedida. Saber quem é o autor e em que contexto ele está ou esteve inserido também ajuda a compreender a obra e preparar as expectativas.

Tenha dinâmica

(Fonte: Giphy)

Se o texto for curto, vale utilizar o método das fases de leitura, no qual o conteúdo é lido três vezes. A primeira leitura é rápida e dinâmica, sem se ater a detalhes, para entender o conteúdo, captar sua ideia geral e seu ponto de vista. A segunda leitura é um pouco mais lenta e detalhada, com foco em palavras-chave e marcações — anotações são bem-vindas. A terceira e última fase serve para consolidar o que foi aprendido, para se certificar de que captou e anotou as ideias corretas, confirmando suas hipóteses. Ao ler em "camadas", você consegue absorver melhor o conteúdo, gravar palavras-chave e compreender o que está sendo comunicado.

Use um apoio

(Fonte: Giphy)

Quando você usa um objeto, como uma régua ou uma caneta, para direcionar a visão ao longo das linhas, diminui consideravelmente a chance de distração e desvio, assim como a perda de tempo de quando pula linhas ou se perde no texto. Com um apoio na leitura é possível aumentar a velocidade, o foco e a concentração. O método fica ainda melhor se a mão não dominante for usada para isso (destros devem usar a mão esquerda e canhotos, a mão direita), pois assim os dois lados do cérebro são ativados com foco na leitura.

Diversifique

(Fonte: Giphy

Em época de vestibular ou concurso, a carga de estudos é grande e pode ser cansativa. No entanto, ler materiais diversificados é uma maneira inteligente de relaxar, pois, ao mesmo tempo em que seu cérebro "desliga" do conteúdo estudado, exercita a leitura, recebe vocabulário novo e diferente e ganha maior repertório para conectar informações e conhecimentos. Acredite, é uma daquelas situações de ganha-ganha.

Leia em voz alta

(Fonte: Giphy)

Está sem tempo e precisa otimizar as tarefas? Usar aplicativos que transformam o texto escrito em áudio pode ser uma boa opção para quem precisa fazer duas coisas ao mesmo tempo ou não consegue se concentrar tão bem. A tecnologia permite até que a velocidade do áudio seja controlada, tornando a experiência mais personalizada.

Ouça música

(Fonte: Giphy)

O uso de música durante os estudos pode ser um assunto polêmico: há quem ame e há quem odeie. Para quem é adepto do fundo musical enquanto lê, o recomendado é que o som seja instrumental ou que a música seja em outro idioma, para não "roubar" a atenção. O lado bom é que a música ajuda a abafar barulhos externos que podem causar distração.

Outra dica que vale a pena ser testada é o uso de áudios binaurais, que podem potencializar a aprendizagem, melhorar a concentração e controlar a ansiedade. A sintonia mais recomendada para o estudo é a Beta, mais rápida, ligada à lógica e ao raciocínio.

Gostou desse conteúdo? Entenda como funciona o vestibular do Mackenzie