A importância do networking para quem é autônomo

Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

Quando se é autônomo, é fundamental buscar novos contatos para alcançar o sucesso; para isso, é preciso investir no networking, que é a rede de relacionamentos no campo profissional. Criar conexões é uma forma de crescer e se desenvolver dentro do nicho de atuação.

Veja como essa prática pode mudar sua vida profissional e como aplicá-la da forma certa. 

Benefícios do networking

Fazer contatos profissionais pode abrir caminho até potenciais clientes. (Fonte: Freepik)
Fazer contatos profissionais pode abrir caminho até potenciais clientes. (Fonte: Freepik)

Se manter uma rede de relacionamentos profissionais já é importante para quem trabalha em uma companhia, é ainda mais necessário para profissionais autônomos. Saiba quais são as vantagens.

Projeção do trabalho 

Um dos maiores desafios do autônomo é ser reconhecido por seu trabalho. Nesse caso, ter uma rede de contatos é uma maneira de fazer o negócio ser conhecido por potenciais clientes, parceiros e fornecedores. Mesmo que as conexões não levem ao fechamento de contratos, podem servir de ponte para novos vínculos propiciem bons resultados.

Descoberta de oportunidades 

O networking não é apenas um modo de atingir um fim; também é importante pelo próprio círculo que permite a manter, afinal compartilhar experiências e informações pode ajudar a ter uma visão mais profunda do próprio nicho, o que é útil para ter ideias que levem a novas oportunidades. 

Além disso, quando se trata de empreendedorismo, é bom passar tempo com pessoas que estejam no mesmo barco e possam aconselhar quando algum problema surgir. 

Construção do marketing pessoal 

Um profissional autônomo precisa pensar em todos os aspectos do próprio negócio, o que significa, também, cuidar da imagem que apresenta ao mercado. É difícil dissociar o negócio de seu líder, especialmente quando a empresa é você; portanto, aprimorar a própria imagem é essencial para ser lembrado.

Como fazer um bom networking?

As redes sociais são ótimas ferramentas de networking. (Fonte: Pexels)
Redes sociais são ótimas ferramentas de networking. (Fonte: Pexels)

Para fazer novas conexões é preciso seguir os princípios básicos da boa educação e da cordialidade, sendo também necessário ir um pouco além disso. Veja algumas dicas.

Expanda o convívio 

A maneira mais comum de fazer networking é comparecendo a eventos do nicho. Atualmente, com o crescimento do home office e da transformação digital, essas oportunidades se tornaram mais diversificadas, então o LinkedIn é uma excelente ferramenta para aprimorar o marketing pessoal e fazer novas conexões com pessoas da área. Nessa rede social, pode-se aproveitar para atualizar sempre as habilidades e fazer publicações pelo Pulse. O Instagram também é uma boa opção para projetar o próprio trabalho. 

Seja um bom contato

O networking é uma via de mão dupla, então, se quiser cultivar bons relacionamentos, seja uma pessoa interessante. Não adianta se aproximar de alguém só pelo que a figura representa; é preciso demonstrar interesse e agir de forma natural. 

Além disso, é necessário que exista uma troca, então você também deve ajudar e contribuir com os próprios conhecimentos para estabelecer vínculos duradouros e de confiança mútua. Lembre-se de que, ao agir assim, você se destaca da concorrência.

Escolha bem as pessoas

Não adianta mirar em todos os alvos. Uma boa estratégia de networking é fazer conexões que realmente tenham a ver com você, por isso procure puxar conversa com quem tem pontos em comum. Não se preocupe em correr atrás de quantidade de contatos, e sim em estabelecer uma relação de qualidade com cada pessoa da rede. 

Fonte: Autônomo Brasil, El Nuevo Autônomo, Empreendedor, Neil Patel e  LinkedIn.

Conheça mais sobre o curso de Administração do Mackenzie