Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

O modelo de home office durante a pandemia pode se tornar um desafio nas relações de trabalho. Nesse momento difícil, é preciso que todas as pessoas se esforcem para construir uma relação de confiança, que é uma via de mão dupla.

Confira mais dicas para potencializar sua carreira!

Gestores que têm dificuldade em confiar na equipe precisam delegar as tarefas sem estressar os envolvidos. Porém, a equipe também precisa transparecer confiança para estabelecer um trabalho remoto saudável. E como fazer isso por meio de uma tela?

O essencial é a transparência do que se está fazendo. A seguir, confira 5 dicas importantes para demonstrar transparência no ambiente de trabalho.

1. Comunicação clara

É preciso honestidade se não puder cumprir os prazos. (Fonte: Tenor)
É preciso honestidade se não puder cumprir os prazos. (Fonte: Tenor)

Algumas dificuldades da equipe podem não ficar evidentes somente pela reunião de videoconferência. Se existirem empecilhos ou dúvidas, é preciso abrir o jogo para facilitar a entrega.

Como o home office juntou a vida pessoal e a profissional no mesmo espaço, é preciso ser claro quanto a isso também. Se você precisa atrasar alguma entrega devido a algum problema que surgiu em casa, a transparência é essencial.

Fingir que o problema não existe ou sumir dos canais de comunicação só ajuda a minar a confiança em você.

2. Empatia com as pessoas

No meio da pandemia, compreensão é uma forma de apoio. (Fonte: Tenor)
No meio da pandemia, compreensão é uma forma de apoio. (Fonte: Tenor)

Mesmo com a objetividade do trabalho, é preciso haver espaço para o cuidado com as pessoas. Sobretudo porque a pandemia inspira cuidados com a saúde mental. Portanto, ouvir o que os colegas têm a dizer e apoiá-los nas dificuldades fortalece o espírito da equipe.

E isso vale para você também, claro. Se você tem alguma dificuldade que possa afetar o seu desempenho, tenha transparência com seus gestores.

Também faz parte de uma boa gestão ter a abertura e a sensibilidade para ouvir. Fatores como depressão e ansiedade não devem passar despercebidos em um momento de tanta dificuldade.

3. Foco na autogestão

Saber se autogerenciar é uma habilidade fundamental no home office. (Fonte: Tenor)
Saber se autogerenciar é uma habilidade fundamental no home office. (Fonte: Tenor)

Um dos maiores benefícios do trabalho remoto é a autonomia para realizar as suas entregas. Embora isso possa variar de empresa para empresa, a autonomia pode ser conquistada por meio da confiança na equipe.

Isso significa que é preciso saber se autogerenciar. Ter disciplina e a responsabilidade de reconhecer os pontos que precisam ser melhorados são formas de se conseguir a autogestão necessária para obter mais autonomia.

4. Boa convivência

As normas de boa conduta permanecem mesmo na videoconferência. (Fonte: Tenor)
As normas de boa conduta permanecem mesmo na videoconferência. (Fonte: Tenor)

Lembre-se: trabalho remoto ainda exige decoro. Embora as empresas ainda tentem ajustar suas normas de boa convivência a uma nova realidade, é bom prezar pelo bom senso.

Use roupas adequadas e cuide da aparência antes de aparecer em videoconferências, para não dar a impressão de total falta de cuidados em casa.

Escolha um cenário neutro para não distrair os colegas do que você está tentando falar. Se não é possível reservar um cômodo só para isso, escolha um fundo mais neutro e peça silêncio em casa quando for trabalhar. Também é útil deixar o microfone e a câmera desativados enquanto não estiver falando.

5. Cumprimento de horários

Cumprir os horários é uma forma de gerar relações de confiança. (Fonte: Tenor)
Cumprir os horários é uma forma de gerar relações de confiança. (Fonte: Tenor)

O home office deve ser levado tão a sério quanto o dia normal dentro da empresa. Portanto, é indispensável cumprir os prazos acordados com os gestores e estar presente nos horários de reuniões (a menos em casos de dificuldade, que devem ser comunicados antecipadamente, como mencionamos antes).

Com relação à comunicação com os colegas, é preciso estabelecer um limite entre o horário do trabalho e as horas dedicadas à vida pessoal. Embora a equipe "more no mesmo lugar em que trabalha", isso não significa que todos devem estar disponíveis o tempo inteiro.

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios, Go Home e O Globo.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie