Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

Erros no trabalho podem afetar emocionalmente uma pessoa. No entanto, isso é natural do ser humano e acontece por razões diversas. O mundo corporativo é bastante exigente, e diariamente, profissionais disputam espaço, cargos e reconhecimento, e precisam provar que são bons em suas áreas. Tanta competitividade pode desencadear alguns problemas e levá-los a cometer alguns erros.

10 filmes no quais se inspirar para aprender lições de empreendedorismo

Mas não é só isso. As relações pessoais também podem afetar profissionais e tirar o foco do bom desempenho de suas funções, fazendo-os adotar comportamentos que não condizem com o ambiente em que estão. O que se deve ter em mente é que não se pode repetir ações ou decisões erradas — o caminho é aprender com as falhas e sair mais forte da experiência.

(Fonte: Giphy)

Erros no trabalho: exemplos e como aprender com eles

Seja pela pressão da carreira, seja por complicações na vida pessoal, é preciso evitar que a jornada profissional fique prejudicada. Caso aconteça uma falha em algum aspecto, é necessário saber como resolver. Veja a seguir o que não pode ocorrer, mas, se acontecer, deve ser corrigido.

Mentir sobre habilidades e competências

(Fonte: Giphy)
(Fonte: Giphy)

Um dos piores erros que um profissional pode cometer é mentir sobre sua qualificação e sobre como pode colaborar com a empresa. Muitas vezes, no intuito de conseguir uma colocação, a pessoa "enfeita" um pouco o currículo ou aumenta as informações sobre suas habilidades. Isso pode prejudicar não somente o profissional como também toda a equipe. Imagine um projeto atrasado pela falta de experiência ou conhecimento do funcionário; isso prejudica sua parte e o restante do fluxo, causando um efeito bola de neve.

Conheça iniciativas culturais que movimentam comunidades

Outra situação é copiar relatórios ou outros documentos por não dominar a arte de criá-los. Sempre se comprometa com o que você consegue fazer e entregar. Se quer desempenhar funções mais complexas e alcançar outro nível na carreira, estude, capacite-se e tenha metas claras. Não se apresse nem pegue atalhos para chegar lá antes.

Levar problemas pessoais para o trabalho

(Fonte: Giphy)

As relações de trabalho não são mais tão engessadas como antigamente. Hoje, a gestão de pessoas trabalha o bem-estar e a qualidade de vida dos colaboradores e prevê que não exista uma separação entre a vida pessoal e a profissional. Mas é claro que há certos limites. Não é porque a empresa entende que as pessoas não são máquinas e lidam diariamente com os mais diversos tipos de problema,que os funcionários podem transformar seu espaço em um local de lamentações. Isso prejudica sua imagem, atrapalha os colegas e diminui a produtividade.

Feedback no trabalho: saiba como aprender e crescer com ele

Primeira dica: jamais deixe isso acontecer. Caso um dia ocorra, uma conversa bem franca com o gestor, o reconhecimento de que errou e um pedido de desculpas são um bom começo. Os passos seguintes são focar o trabalho e desempenhar as tarefas com eficiência.

Perder o controle com colegas de trabalho

(Fonte: Giphy)
(Fonte: Giphy)

Por mais que muitos vejam o meio corporativo como um ringue, não se pode ser agressivo e usar violência com os colegas de trabalho. E nem falamos sobre "sair no tapa". Muitas vezes um xingamento, uma resposta rude ou qualquer tipo de agressão verbal faz um estrago terrível tanto para quem agride quanto para quem é agredido.

Home office: saiba se você está preparado para trabalhar de casa

Desculpar-se, nesses casos, é o mínimo a ser feito. Evitar qualquer tipo de violência no ambiente de trabalho é fundamental para qualquer profissional. Se ficar irritado e com vontade de xingar ou ofender alguém, levante, dê uma caminhada, respire ar puro, acalme-se e volte.

Saber se controlar é uma qualidade muito estimada. Aliás, as competências comportamentais são tão necessárias na formação de um bom profissional quanto as técnicas.

Fingir que trabalha

(Fonte: Giphy)

Outro erro bastante comum é permitir que coisas tirem a atenção do trabalho e fingir que faz as tarefas. As distrações não só ajudam a cometer erros como também atrapalham e atrasam todo o fluxo produtivo da empresa.

Nesse caso, o que se deve aprender é que não fazer seu trabalho desencadeia uma série de problemas, incluindo baixa produtividade da equipe, tomadas equivocadas de decisão e dificuldade de a companhia alcançar seus objetivos estratégicos.

Vale a pena fazer pós-graduação a distância?

Evitar qualquer um desses erros é crucial para uma boa imagem profissional. Quem quer crescer na carreira precisa ser consciente disso, mas também deve ser dono de suas ações e assumir caso erre. Reconhecer, desculpar-se e superar é o caminho do aprendizado.

Fonte: Runit, Catho, IBC Coaching.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie