4 problemas que podem acabar com a água potável

A água parece ser o recurso mais abundante da Terra. Ela cai do céu como chuva, está presente nos oceanos que cobrem quase três quartos da superfície do mundo, nas calotas polares e geleiras das montanhas. É tão importante que não poderia existir vida sem ela.

O problema é que os recursos hídricos são finitos e a maioria está inacessível. Confira 4 sinais que indicam que a água utilizável pode acabar se não cuidarmos desse recurso.

1. Aumento do consumo

(Fonte: Shutterstock)
(Fonte: Shutterstock/Reprodução)

A água é usada na indústria, na construção e na manufatura, para beber, lavar e cultivar alimentos. Com uma população que deve sair dos atuais 7,5 bilhões para 10 bilhões de pessoas em 2050, segundo projeção da Organização das Nações Unidas (ONU), a situação fica preocupante.

Além da expansão demográfica, o desenvolvimento econômico é apontado como um dos principais fatores para o aumento do consumo de água. O consumo per capita varia de 575 litros por dia, em países mais ricos como os Estados Unidos, a apenas 15 litros em regiões mais pobres como Etiópia e Haiti.

Em 1900, a demanda por habitante era de 580 km3 por ano. Cinquenta anos depois, o número subiu para 1,4 mil km3 e, em 2000, chegou a 4 mil km3. Com base nesses dados, a ONU estima que a demanda pessoal subirá para 5,2 mil km3 anuais em 2025, uma alta de 30% em duas décadas e meia.

Leia também:

Ciclo da água: o que é? Como ocorre? Quais são as suas fases?

Crise hídrica no Brasil: quais são as causas e os impactos?

Meio ambiente: 7 documentários que você deve assistir

2. Desperdício

(Fonte: Shutterstock)
(Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Mais de 170 trilhões de litros de água são desperdiçados por ano no mundo apenas com os alimentos que são descartados, segundo o World Resources Institute (WRI). Esse volume representa 24% de todo recurso hídrico usado para a agricultura.

Falhas na rede de distribuição são outro problema. Segundo estudo do Instituto Trata Brasil, 39,2% da água potável captada no País não chegam a seu destino. A quantidade desperdiçada é suficiente para fornecer o recurso para 63 milhões de brasileiros em um ano.

3. Esgotamento de aquíferos

(Fonte: Shutterstock)
(Fonte: Shutterstock/Reprodução)

O aumento do consumo e o desperdício estão reduzindo o volume de recurso hídrico disponível nos estoques subterrâneos. Dados de satélite da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) indicam que um terço dos principais aquíferos do planeta está sendo usado de forma insustentável.

O sistema aquífero da Arábia está entre os mais sobrecarregados, colocando em risco 60 milhões de pessoas em 10 países. As reservas subterrâneas também estão se esgotando na Índia, China, França, Estados Unidos e outras regiões.

4. Poluição

A falta de tratamento de esgoto doméstico, resíduos agrícolas, hospitalares e industriais despejados nos rios torna o recurso hídrico inutilizável para consumo humano.

De acordo com a ONU, 80% das águas residuais retornam ao meio ambiente sem serem tratadas ou reutilizadas. Com isso, cerca de 1,8 bilhão de pessoas utilizam uma fonte de água potável contaminada, aumentando os riscos de doenças e provocando mortes.

Fonte: Mundo Educação, Instituto Trata Brasil, Nova Escola, BBC, NASA, WRI

Este conteúdo foi útil para você?

66970cookie-check4 problemas que podem acabar com a água potável