Como será o mercado de trabalho após a pandemia?

Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

O mundo sofrerá muitas mudanças após a pandemia, e o mercado de trabalho será uma das áreas transformadas. O comportamento da população e a revolução digital impulsionada pelo distanciamento social reverberam no mercado de trabalho, podendo sinalizar pistas para o que o futuro espera.

Entender os caminhos que levam a novas realidades é uma forma de se preparar para o mercado dos próximos anos. Confira alguns aspectos de como o mercado de trabalho pode mudar no mundo pós-pandemia.

1. Trabalho remoto

O trabalho remoto é uma tendência que foi antecipada durante a pandemia. (Fonte: Tenor)
O trabalho remoto é uma tendência que foi antecipada durante a pandemia. (Fonte: Tenor)

O home office já era uma tendência que vinha se consolidando fortemente nos últimos anos. Antes da quarentena, o trabalho remoto havia saltado de 35% para 51% no Brasil, entre 2017 e 2018, de acordo com dados da consultoria Hays.

Agora, esse modelo de trabalho virou uma solução para equilibrar a saúde física dos colaboradores e as contas da empresa, o que amplificou ainda mais a sua utilização.

Confira mais dicas para potencializar sua carreira!

De acordo com uma pesquisa da Robert Half, empresa global de consultoria de recursos humanos, 86% dos 800 entrevistados brasileiros afirmaram que gostariam de trabalhar remotamente com mais frequência após a pandemia.

Efeitos como a produtividade a distância e a economia de deslocamento dos funcionários de despesas fixas das empresa mostraram que o home office pode se consolidar como uma tendência no pós-pandemia.

2. Fortalecimento de habilidades

Saber equilibrar os desafios é uma habilidade importante. (Fonte: Tenor)
Saber equilibrar os desafios é uma habilidade importante no mercado pós-pandemia. (Fonte: Tenor)

Para lidar com as mudanças que ocorrerão no mercado de trabalho após a pandemia, será preciso resiliência e adaptabilidade, que estão ligadas à inteligência emocional.

Saber se equilibrar em um período confuso é essencial para manter a calma diante da pressão. Quando se tem calma, a mente cria espaço para a criatividade, outra habilidade muito importante em meio ao atual cenário.

Ser uma pessoa criativa não é somente fazer criações artísticas, mas ter a capacidade de enxergar soluções em desafios — o que é bastante útil para alguns negócios encontrarem novas possibilidades de vender.

3. Gestão da confiança

Sem confiança, a equipe pode não encontrar espaço para se desenvolver. (Fonte: Tenor)
Sem confiança, a equipe pode não encontrar espaço para se desenvolver. (Fonte: Tenor)

Os modelos de negócio que tentam controlar tudo o que os colaboradores fazem sem deixarem espaço para a autonomia precisarão rever os seus conceitos.

Com o trabalho remoto ganhando cada vez mais força, é preciso confiar na capacidade de entrega da equipe para que todos possam desempenhar suas funções de forma eficiente.

Com uma comunicação clara e uma gestão equilibrada de tarefas, será possível construir relações saudáveis com as equipes. Isso poderá aumentar a produtividade no ambiente de trabalho: algo essencial para a tendência de trabalho remoto no futuro.

4. Adesão às novas tecnologias

Aprimorar-se em novas tecnologias pode ser o diferencial. (Fonte: Tenor)
Aprimorar-se em novas tecnologias pode ser o diferencial. (Fonte: Tenor)

A tecnologia é uma grande aliada para o negócio vender durante a crise e também uma ferramenta importante para muitos trabalhadores no futuro.

Para começar, a capacidade de usar e se comunicar por meio de plataformas de videoconferência pode ser útil para recrutamentos online e reuniões remotas exigidas em home office.

Além disso, a ampliação das vendas online durante a quarentena abre espaço para o consumo digital, o que exigirá das empresas a habilidade de organizar a logística de entregas e vendas online, bem como o atendimento remoto ao consumidor.

O que não pode deixar de faltar, é claro, é a capacitação das pessoas para lidar com tantas informações novas. Investir em cursos para lidar com novas tecnologias é uma forma de acompanhar as mudanças.

Fonte: Catho, Vagas.com, Folha Dirigida, IstoÉ, G1, Correio Braziliense e Robert Half.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie

O que achou?
+1
0
+1
1
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0