7 alimentos bons para o cérebro

Com os vestibulares no horizonte, é comum fazer mil planos de estudos, “enfiar a cara nos livros” e esquecer o resto do mundo. Mas há outros aspectos a serem considerados. Por exemplo, de que adianta ter todo o conteúdo na cabeça, mas estar sem energia? Ou, ainda pior, esquecer-se de tudo que estudou?

Para evitar isso, não há muito segredo: você deve manter uma alimentação equilibrada, uma rotina de exercícios regular e um bom sono (nada de virar noites em frente aos livros!). Falando especificamente em alimentação, é bom evitar alimentos ultraprocessados, como salgadinhos ou biscoitos recheados.

Isso porque eles costumam ser ricos em sal, açúcar e gorduras trans — substâncias que prejudicam o funcionamento do cérebro. Em vez disso, prefira as comidas da lista a seguir, que são repletas de substâncias benéficas para esse órgão tão importante na hora do vestibular. 

1. Chocolate meio amargo ou amargo

O cacau tem polifenóis, compostos com efeito antioxidante que ajudam a proteger os neurônios. Sabendo disso, você está liberado para se afundar no chocolate? Vamos com calma! Para aproveitar melhor os benefícios do cacau, é importante comer os chocolates dos tipos meio amargo ou amargo, já que os brancos e ao leite têm concentração baixa de cacau.

Dito isso, é importante maneirar na quantidade de chocolate para evitar o aumento de peso. Algo entre 30 a 40 gramas pode ser o suficiente para adquirir os nutrientes necessários.

Chocolates com alto teor fazem bem para o cérebro (Imagem: Burhanuddin Rabbani/Unsplash)
Chocolates com alto teor de cacau fazem bem para o cérebro. (Imagem: Burhanuddin Rabbani/Unsplash)

2. Abacate

Quando se fala em alimentação balanceada, é comum querer evitar as gorduras. Mas o abacate é rico em um tipo bom : as monoinsaturadas. Estas protegem as artérias e contribuem para o fluxo sanguíneo — e o cérebro é um dos órgãos que mais precisam de sangue em nosso organismo. 

Além disso, ele é rico em outras substâncias benéficas, como a luteína, o selênio e as vitaminas do complexo B. Sendo assim, você pode curtir a sua guacamole ou avocado toast (torradas de abacate) sem problemas!

Torradas de abacate estão na lista de comidas boas para o cérebro (Imagem:  Douglas Bagg/Unsplash)
Torradas de abacate também estão na lista de comidas boas para o cérebro. (Imagem: Douglas Bagg/Unsplash)

3. Frutas cítricas

É de conhecimento geral que as frutas cítricas — como laranja, acerola e limão — são ricas em vitamina C e ajudam a fortalecer o sistema imunológico. Mas você sabia que essa substância também faz bem para o cérebro? Diversos estudos relacionam uma dieta rica em vitamina C a um bom desempenho cognitivo — acredita-se que ela tenha papel na produção de neurotransmissores, além de apresentar antioxidantes. 

Frutas cítricas são ricas em vitamina C, que contribui para a imunidade e, também, para o cérebro (Imagem: Pixabay)
Frutas cítricas são ricas em vitamina C, que fortalece o sistema imunológico e também o cérebro. (Imagem: Pixabay)

4. Espinafre e outros vegetais verde-escuros

Os benefícios do espinafre são conhecidos desde que o Popeye consumia latas dele nos desenhos antigos. Esse vegetal tem luteína, que em algumas pesquisas é uma substância associada a uma mente mais afiada. Além disso, contém ácido fólico, que protege as células do cérebro. Contudo, se você não gosta muito de espinafre, há outras opções. 

Os vegetais verde-escuros em geral — rúcula, couve e brócolis — são ricos em ácido fólico. Eles ficam ótimos em sucos, mas também refogados ou cozidos no vapor (com o cuidado de não os esquentar demais, para não perder as propriedades nutritivas).

Vegetais verde-escuros têm bastante ácido fólico, substância que contribui para os processos cerebrais (Imagem: Jacqueline Howell/Pexels)
Vegetais verde-escuros têm bastante ácido fólico, substância que contribui para os processos cerebrais. (Imagem: Jacqueline Howell/Pexels)

5. Pescados, como o salmão

Um peixinho grelhado deve fazer parte de qualquer dieta balanceada, já que é uma fonte de proteína bastante saudável. Porém, além disso, essa carne é rica em ômega-3, que faz bem para a conexão entre os neurônios. Ela também tem ação anti-inflamatória, o que contribui para a regeneração das células. 

Além do salmão, outras opções são o atum, a sardinha e o arenque — na dúvida, é só perguntar na peixaria quais são as espécies de água fria. Prefira prepará-las com a pele, que é a parte com mais ômega-3, e sem cozinhar demais.

Peixes de água fria, como o salmão, podem ser preparados grelhados (Imagem: Sebastian Coman/Pexels)
Peixes de água fria, como o salmão, podem ser preparados grelhados. (Imagem: Sebastian Coman/Pexels)

6. Oleaginosas, como as nozes

Na hora de fazer um lanchinho, no meio do dia, você pode recorrer às oleaginosas, como a castanha-do-pará, nozes, amêndoas e pistache. Elas são ricas em selênio, que já mencionamos, além de ter vitamina e gorduras boas. Essas substâncias protegem o cérebro e atuam nas ondas cerebrais ligadas ao aprendizado.

Oleaginosas são uma opção excelente para um lanchinho, no meio do dia (Imagem: Mehran B/Pexels)
Oleaginosas são uma excelente opção para um lanche no meio do dia. (Imagem: Mehran B/Pexels)

7. Cafeína, mas não em excesso

Um bom café é indispensável para dar energia durante os estudos, mas a cafeína também atua de outras formas para proteger as células cerebrais. Contudo, o consumo em excesso pode aumentar a ansiedade, além de causar taquicardia ou insônia — não se esqueça de que boas noites de sono também são essenciais para o vestibular. 

Se você não curte café, os chás verde, branco ou mate também são ricos em cafeína. O chimarrão, comum no Sul do Brasil, e o guaraná, na Região Norte, são outras boas opções e podem ser consumidos com moderação.

Um café é sempre bom, mas deve ser consumido com moderação (Imagem: Danielle MacInnes/Unsplash)
Um café é sempre bom, mas deve ser consumido com moderação. (Imagem: Danielle MacInnes/Unsplash)

Para terminar, é interessante mencionar que o cérebro não armazena grandes reservas de nutrientes; então, sua alimentação deve ser sempre balanceada para você usufruir dos benefícios dos alimentos citados. Incluir essas comidas boas para o cérebro na sua dieta cotidiana pode contribuir muito na preparação para o vestibular. 

Saiba como funciona o vestibular do Mackenzie!

Fonte: Veja Saúde, BBC News Brasil, UOL VivaBem.

Você sabe utilizar a alimentação como aliada na preparação para o vestibular? Anote as respostas e descubra

O chocolate apresenta polifenóis, substâncias encontradas no cacau que ajudam a proteger os neurônios. Quais tipos são indicados para usufruir ao máximo desses benefícios e qual é a porção diária indicada?
Chocolate ao leite ou amargo, de 40 a 50 gramas por dia.
Chocolate amargo ou meio amargo, de 30 a 40 gramas por dia.
Chocolate branco ou meio amargo, de 50 a 60 gramas por dia.
Chocolate ao leite ou branco, de 20 a 30 gramas por dia.

Correto!

Errado!

Peixes são ricos em ômega-3. Como o consumo dessa substância pode te ajudar?
Auxiliando na regeneração das células e na conexão dos neurônios.
Dando energia para manter a atenção.
Protegendo as células do cérebro.
Protegendo as artérias e contribuindo para o fluxo sanguíneo.

Correto!

Errado!

Para proteger o cérebro e ajudar as ondas cerebrais relacionadas ao aprendizado, é ótimo incluir quais destes alimentos na rotina?
Vegetais de tonalidade verde-escura.
Frutas cítricas.
Nozes e castanhas.
Salmão e atum.

Correto!

Errado!

Além de conter vitamina B, o abacate é um alimento rico em gorduras monoinsaturadas. Quais são os benefícios do consumo dessa fruta?
Ele ajuda na proteção das artérias e contribui para um melhor fluxo sanguíneo.
Seus nutrientes atuam nas ondas cerebrais relacionadas ao aprendizado.
Contribui para a proteção dos neurônios.
Ajuda na regeneração celular.

Correto!

Errado!

Estudos apontam que a vitamina C pode auxiliar na produção de neurotransmissores e no desempenho cognitivo. Em quais destes alimentos ou bebidas é possível encontrar o nutriente?
Peixes, como arenque e sardinha.
Chocolates com alta concentração de cacau, como os tipos amargo e meio amargo.
Cafés e chás.
Frutas cítricas, como laranja e limão.

Correto!

Errado!

A cafeína é uma grande aliada dos estudantes quando consumida em quantidades moderadas. Qual destas bebidas não contém a substância?
Chimarrão.
Chá branco.
Chá verde.
Chá de camomila.

Correto!

Errado!

Compartilhe esse quiz para mostrar seus resultados !

Subscribe to see your results

Como os alimentos auxiliam em seu desempenho nos estudos?

Eu acertei %%score%% de %%total%%

%%description%%

%%description%%

Loading…

Este conteúdo foi útil para você?

43240cookie-check7 alimentos bons para o cérebro