6 carreiras para quem gosta de política

Se você é fã de séries como House of Cards e The West Wing, se interessa pela biografia de grandes líderes e gosta de acompanhar os últimos acontecimentos de Brasília ou Washington, talvez já tenha pensado em seguir carreira na política. Mas, além de se candidatar a um cargo público, quais outros caminhos profissionais são possíveis nessa área? Qual faculdade fazer para se tornar um bom político?

A verdade é que essa carreira não exige nenhum diploma específico: existem políticos que têm apenas o ensino básico, outros que são médicos, engenheiros, professores, historiadores e por aí vai. Contudo, há alguns cursos que estão mais próximos dos assuntos que você, muito provavelmente, vai ter que dominar ao longo da sua carreira política.

Além disso, estudar essas disciplinas pode abrir outros caminhos profissionais nos bastidores do poder, mesmo que você não se eleja para um cargo público. Interessante, né? Levando as questões citadas acima em mente, vamos à lista com seis possíveis profissões para quem gosta de política.

1. Gestão Pública

Se você gosta de política, provavelmente sabe que administrar os bens públicos envolve uma série de regras bem diferentes da administração privada, não é mesmo? Os cursos de gestão pública ajudam, justamente, nesse sentido: eles formam profissionais para trabalhar em órgãos governamentais, planejando e implantando ações com bom uso dos recursos públicos.

Geralmente, esses cursos são oferecidos como especializações que você pode fazer depois da faculdade, como a especialização em Direito Administrativo e Administração Pública aqui do Mackenzie. Portanto, é essencial ter uma base universitária antes de se especializar.

Um especialista em Gestão Pública aprende a planejar e implementar projetos com recursos públicos (Fonte: senivpetro/Freepik)
O especialista em Gestão Pública aprende a planejar e implementar projetos com recursos públicos. (Fonte: Senivpetro/Freepik)

2. Direito

O Direito tem diversas áreas, então também lida diretamente com questões políticas, já que parte do currículo do curso envolve entender o funcionamento das leis brasileiras e da nossa constituição — tudo a ver, né? Formar-se em Direito pode ser o primeiro passo para você fazer especializações em Administração ou Gestão Pública, como a que citamos acima. 

Também é importante observar que conhecer as leis do seu país, estado e município — e saber analisá-las como um bom jurista —, será muito útil para sua atuação em qualquer cargo público. Afinal, se você trabalhar no legislativo, será responsável por criar leis ou precisará respeitá-las se ganhar uma eleição para o executivo. Isso sem falar nas possibilidades de carreira no poder judiciário. De fato, o Direito é uma das melhores profissões para quem gosta de política.

Muitas pessoas que atuam em política começaram no Direito — e essa pode ser uma boa opção para você (Fonte: Freepik)
Muitas pessoas que atuam em política começaram no Direito — e essa pode ser uma boa opção para você. (Fonte: Freepik)

3. Ciências Econômicas

As Ciências Sociais, de modo geral, trazem um entendimento interessante sobre a organização da sociedade e as forças que regem a política. O Direito, inclusive, é uma ciência social aplicada. Esse também é o caso das Ciências Econômicas, outra opção de carreira para quem gosta de política. Afinal, como você deve observar, a economia é essencial em qualquer plano de governo. 

Esse curso é uma alternativa interessante, porque une um pouco de Ciências Exatas, com muita matemática, mas com uma base teórica bastante humana. Você vai estudar as diferentes linhas de pensamento que influenciam as políticas econômicas, entender como os cenários políticos e sociais influenciam o desempenho do mercado e aprender como fazer análises que podem auxiliar empresas e governos a tomar decisões — apenas para citar alguns exemplos.

As ciências econômicas estudam como a política e a sociedade se relacionam com a economia (Fonte: ijeab/Freepik)
Nas Ciências Econômicas, estuda-se como a política e a sociedade se relacionam com a economia. (Fonte: ijeab/Freepik)

4. História

A Licenciatura em História costuma formar professores que vão ensinar seus alunos sobre os fatos históricos do país e do mundo. Mas, nesse curso, você também estuda como muita fatos aconteceram ao longo dos séculos em nossa sociedade e aprende a avaliar criticamente os acontecimentos. 

Isso está diretamente relacionado à política, já que os movimentos políticos de hoje são consequência de como nossa sociedade se formou e do que ela viveu nas últimas décadas. Portanto, essa também é uma boa opção de faculdade para quem gosta de política. 

A política atual é consequência dos acontecimentos do passado — o que tem tudo a ver com o estudo da História (Imagem: jcomp/Freepik)
A política atual é consequência dos acontecimentos do passado — o que tem tudo a ver com o estudo da História. (Fonte: jcomp/Freepik)

5. Comunicação Social

Muita gente escolhe estudar Jornalismo ou Publicidade e Propaganda, mas a verdade é que essas duas formações são habilitações do curso de Comunicação Social — e ambas podem atuar diretamente na política. 

Como publicitário, você pode trabalhar com marketing político, cuidando de campanhas para candidaturas ou da comunicação de uma prefeitura ou governo, por exemplo. Já o jornalismo, como vemos todo dia na TV ou na internet, tem a missão de noticiar o que ocorre na política para a sociedade ou assessorar personalidades ou partidos. Quem sabe essa não é a profissão ideal para você?

Tanto jornalismo, quanto publicidade, oferecem várias oportunidades relacionadas à política (Imagem: freestockcenter/Freepik)
Tanto jornalismo quanto publicidade oferecem várias oportunidades relacionadas à política. (Fonte: freestockcenter/Freepik)

6. Relações Internacionais

As relações comerciais, culturais e políticas entre países são muito ricas e abrem espaço para uma infinidade de pesquisas. Tanto que existe o curso de Relações Internacionais para estudar tudo isso. Fazendo essa graduação, você aprende a analisar o cenário mundial, seus conflitos e suas oportunidades, fazendo projeções para o futuro e auxiliando em decisões importantes.

Uma das carreiras mais desejadas por quem faz Relações Internacionais é a de diplomata, mas você também pode atuar em ONGs com atuação mundial, na área de comércio exterior ou em ministérios — o que tem relação direta com a política. Essa formação também será muito útil se você chegar às esferas estaduais ou federais, fazendo acordos com outras nações.

A área de relações internacionais está diretamente ligada à política, especialmente em nível mundial (Imagem: Freepik)
A área de Relações Internacionais está diretamente ligada à política, especialmente em nível mundial. (Fonte: Freepik)

Para finalizar, vale a pena recordar o que dissemos no início: se você deseja mesmo seguir na carreira política, é possível fazer isso com diversas formações universitárias; porém esperamos que essas seis ideias deixem você mais perto do seu sonho.

Saiba como funciona o vestibular do Mackenzie!

Fonte: Guia do Estudante.

Este conteúdo foi útil para você?

52580cookie-check6 carreiras para quem gosta de política