Quais são as diferenças entre ciclone, furacão e tornado?

Saiba o que estudar para o vestibular do Mackenzie!

Alguns fenômenos atmosféricos chamam a atenção por seu forte impacto. Os ciclones, furacões e tornados, apesar de representarem um tipo semelhante de onda de vento forte, têm suas particularidades. Mas você sabe quais são as diferenças entre eles?

De maneira geral, todos representam o mesmo efeito: são subtipos de ciclones tropicais, subtropicais ou extratropicais. Independente de qual deles nos debrucemos, estarão relacionados a nuvens intensamente carregadas, responsáveis por chuvas fortes e grandes ventos.

As diferenças entre essas classificações se dão pela associação ou não a uma frente fria ou quente. O tropical e o subtropical não necessitam de uma frente para se formar, característica diferente do extratropical. Confira um pouco mais de cada um desses fenômenos.

O que é um ciclone?

(Fonte: Pixabay/Reprodução)
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Quando falamos em ciclone, estamos nos referindo a um fenômeno em que há grande movimentação de ar, gerando tempestades com ventos fortes e enorme poder de destruição. Ele ocorre em áreas de grande extensão, que podem compreender centenas de quilômetros. O Haiyan, ciclone que atingiu as Filipinas, é considerado um dos mais fortes já registrados na história.

De acordo com especialistas, esses fenômenos são formados em virtude da movimentação do ar em áreas de baixa pressão atmosférica. Como podem se movimentar de uma região para outra, seus ventos, cujas velocidades são iguais ou superiores a 120 km/h, podem causar imensa destruição, atingindo áreas extensas.

O que é um furacão?

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)
Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Esse é um fenômeno atmosférico que se origina nas águas oceânicas tropicais. Seus ventos, com velocidades que podem ser superiores a 120 km/h, e seu diâmetro entre 200 km e 400 km, fazem que ele não passe despercebido.

São formados quando as águas oceânicas ficam mais quentes (acima de 27 °C) e a evaporação é elevada, gerando muita umidade, que é convertida em uma grande massa de ar. É preciso deixar claro que o tufão é o mesmo fenômeno, o que os diferenciam é a localização.

O furacão é muito temido pelo resultado de sua ação em uma região, como a devastação de casas e áreas naturais. Um dos mais famosos é o Katrina, que atingiu as Bahamas, o sul da Flórida, Nova Orleans, Alabama, Mississipi e Luisiana, causando 1.836 mortes.

O que é um tornado?

(Fonte: Unsplash/Reprodução)
(Fonte: Unsplash/Reprodução)

O tornado é uma espécie de fenômeno atmosférico mais intenso e destrutivo que os furacões, mas menor em tamanho e duração. Dificilmente seu diâmetro superará a marca de 2 km, enquanto sua duração será, em média, de 15 minutos.

Apesar da menor “envergadura”, eles são muito mais velozes, facilmente ultrapassando os 500 km/h, o que torna seu poder de destruição gigante. Para serem classificados como tal precisam atingir o solo, formando o que é chamado de funil.

São formados pela chegada de frentes frias em regiões onde o clima está muito quente e instável. Isso favorece a formação de tempestades, que geram a formação desse fenômeno atmosférico. Ele ocorre, geralmente, no fim da tarde, quando há maior instabilidade no ambiente.

Leia mais:

Fonte: Superinteressante, G1

Este conteúdo foi útil para você?

72051cookie-checkQuais são as diferenças entre ciclone, furacão e tornado?