Se você pretende estudar ou trabalhar em um país de língua inglesa, deve provar sua capacidade de se comunicar nesse idioma. Para isso, terá que optar entre as duas provas de proficiência mais exigidas por escolas, universidades e empresas: Test of English as a Foreign Language (TOEFL) e International English Language Testing System (IELTS). Se preferir, pode fazer ambas.

TOEFL e IELTS: o que são?

(Fonte: Pixabay)

As provas testam as capacidades de compreensão auditiva (listening), leitura (reading), escrita (writing) e oralidade (speaking).

O TOEFL é administrado pelo English Language Learning (ETS). O tipo de exame mais aceito é o TOEFL iBT, que é realizado via internet em um centro aplicador. Por se tratar de uma prova de múltipla escolha, pode beneficiar alunos mais intuitivos. O candidato pode fazer até 30 pontos em cada uma das 4 seções. Assim, a nota máxima da prova é 120 pontos.

Já o IELTS foi criado pela Universidade de Cambridge e é administrado pelo British Council. A nota máxima é 9, em 2 tipos: Academic Module, voltado para candidatos de graduação e pós-graduação; e General Training, indicado para profissionais. Essa é uma prova que exige mais estruturação do aluno, para que lembre uma maior quantidade de informações.

A principal diferença entre os dois exames é a seção Speaking. No TOEFL, ela é feita com o restante da prova, ou seja, no computador. No IELTS, é feita à parte, com o acompanhamento de um instrutor.

Saiba mais sobre cada teste clicando aqui.

Dicas para se dar bem nas provas

(Fonte: Pixabay)

Algumas práticas são importantes para que você possa tirar a melhor nota em cada um dos exames ou em ambos. O ideal, obviamente, é você tentar fazer a maior pontuação possível.

Qual é o seu destino?

Se você ainda não decidiu para qual país vai viajar, saiba que o TOEFL é mais popular nos Estados Unidos e entre empresas nacionais. Se você pretende ir para o Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Irlanda ou África do Sul, o IELTS é uma boa opção.

Dicas válidas para ambas as provas

O TOEFL e o IELTS são cobrados em dólar e, geralmente, a inscrição é feita pela internet. O aluno pode realizar as provas quantas vezes desejar, mas pode haver um período mínimo a ser respeitado entre as realizações.

Confira algumas dicas que são úteis para ambos os exames:

  • Não limite seus estudos aos livros didáticos: use a maior quantidade de material que puder. Se possível, peça a um amigo ou professor para corrigir suas redações.
  • Administre o tempo: o ritmo das provas é acelerado, então treine o uso do tempo para cada parte do teste e não perca a concentração. Caso não saiba a resposta, prefira passar para a próxima questão. O mesmo é válido em relação a um áudio não compreendido: sempre foque no que está por vir.
  • Faça a prova mais de uma vez: os testes não costumam ser baratos, mas, se puder pagar, saiba que fazer a prova mais de uma vez aumenta suas chances de tirar uma nota mais alta.
  • Encare a seção Speaking do IELTS: veja essa avaliação como um diálogo amigável, pois o instrutor não vai analisar suas opiniões nem seu nível de conhecimento sobre determinado assunto, somente a sua capacidade de se expressar em inglês, então evite dar respostas curtas, como "sim" e "não".

Para o dia da prova

É importante que você tenha dormido bem na noite anterior à prova, além de se alimentar bem (sem exageros), vestir-se confortavelmente e chegar pelo menos 30 minutos antes do horário marcado.

Ainda não sabe qual profissão seguir? Acesse nosso guia de profissões 360!