O grande dia chegou. Depois de 4 ou mais anos repletos de horas em sala de aula ouvindo os professores, encontros para debater os temas das aulas com os colegas, noites em claro estudando para as provas e a correria para terminar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), você finalmente chegou ao momento de falar: "me formei!". Essa fase, tão especial e emocionante, também pode se tornar uma fonte de frustração e desespero para muitos estudantes que terminam a faculdade sentindo que ainda não têm experiência suficiente para entrar no mercado de trabalho.

Se esse for o seu caso, tenha calma, pois nem tudo está perdido. O fim da universidade não é, nem deve ser, o fim dos seus estudos e do seu aprendizado. Existem várias formas de se preparar para obter boas oportunidades profissionais.

Confira um passo a passo de como prosseguir se você já se formou e ainda não tem muita experiência.

Defina seus objetivos

Fonte: Giphy

Provavelmente, quando você entrou na sala de aula da faculdade estava cheio de expectativas para o seu futuro profissional. Agora, anos depois, é hora de reavaliar: aquilo que você tinha sonhado para si mesmo ainda faz sentido ou você mudou de ideia? Quais disciplinas o encantaram mais durante a graduação? Em qual setor o mercado de trabalho está oferecendo mais oportunidades? Como a sua pesquisa do TCC pode contribuir para o seu currículo?

Esse é o momento de pensar sobre as suas características mais fortes e o que você deseja para o futuro. Avalie que tipo de rotina se encaixa mais com a sua personalidade, que perfil de empresa oferece aquilo que você busca, se você está disposto a mudar de cidade, estado ou até mesmo país por causa de um emprego. Se você sabe onde quer chegar, fica muito mais fácil traçar a rota.

Trace um plano de ação

Fonte: Giphy

Ter um sonho é algo bonito na teoria, mas na prática de nada irá adiantar sem ter um plano de ação para tirá-lo do papel e torná-lo realidade. Por isso, depois de decidir que caminho seguir, você precisa descobrir os passos que devem ser dados para alcançar seu objetivo. Veja o que você já tem para oferecer ao mercado de trabalho, avalie seus pontos fracos e trabalhe para que o seu currículo consiga se destacar entre os demais recém-formados.

E sim, sabemos que às vezes a preparação para entrar no mercado de trabalho exige investimento de tempo e dinheiro, mas existem várias opções gratuitas ou com valores acessíveis para você dar um boost na sua carreira. Oficinas livres, cursos online, tutoriais no YouTube, trabalho voluntário... São inúmeros os caminhos que podem fazê-lo ter mais experiência e se aproximar da área em que você deseja trabalhar.

Se você teve algum professor, chefe ou colega de classe que entende do mercado em que você deseja atuar, também é uma boa ideia marcar um encontro para conversar sobre o seu momento profissional e pedir conselhos para fortalecer o seu currículo. Lembre-se: quem não é visto não é lembrado, e contatos profissionais podem abrir muitas portas no futuro!

Prepare-se para as entrevistas

Fonte: Giphy

O que você tem no seu currículo é muito importante, mas você precisa saber também como apresentar isso durante uma entrevista. Além do seu diploma, dos cursos que você fez e dos lugares em que você trabalhou, é importante que os recrutadores entendam quem você é além do que está escrito em um papel e por que você é a pessoa ideal para o cargo.

Saber trabalhar sob pressão e ter pensamento analítico e jogo de cintura para resolver crises e imprevistos são características que poucas vezes estão listadas nos currículos, mas dão vantagens em comparação a outros concorrentes com experiências profissionais semelhantes. Lembrar de desafios que você enfrentou, problemas que você resolveu e saber contá-los com começo, meio e fim lhe dará mais confiança para passar uma boa impressão durante as entrevistas.

Ainda não sabe qual profissão seguir? Acesse nosso guia de profissões 360!