Se você se interessa por filosofia, mas não sabe quais são as profissões que uma pessoa formada na área pode seguir, nós o ajudaremos a descobrir mais sobre as opções que o mercado de trabalho oferta para um filósofo.

O que é filosofia

(Fonte: Giphy)

Do grego, a palavra filosofia significa “amor ao conhecimento”, campo que estuda o saber e a existência humana por meio da análise racional. Ou, como diz o filósofo Gilles Deleuze, “a questão da filosofia é o ponto singular onde o conceito e a criação remetem um ao outro”.

O filósofo nada mais é do que um pensador que estuda questões éticas (o bem e o mal), estéticas, de epistemologia e política, com o objetivo de descobrir a essência da natureza, da vida, das ideologias e dos valores que carregamos nas ciências e relações humanas.

A origem desse ramo do conhecimento remete à Antiguidade, nas cidades-Estado da Grécia Antiga, e até hoje é um importante campo que permeia toda a nossa existência e o mundo. Por esse motivo, a disciplina é obrigatória no currículo escolar e é oferecida como curso superior nas universidades.

A graduação

(Fonte: Giphy)

O curso de graduação em Filosofia geralmente tem a duração de 4 anos e contempla importantes disciplinas para a formação de um filósofo, como História da Filosofia e do Pensamento Ocidental, Filosofia Política, Sociologia, Metafísica, Psicologia, Ética. No caso da licenciatura em Filosofia, também há disciplinas como Educação, Didática e Ensino da Filosofia, para que o estudante saia preparado para atuar em sala de aula.

O graduado em Filosofia desenvolve a capacidade de argumentar e realizar um discurso articulado de maneira clara. Além disso, deve desenvolver escrita didática para que consiga explicar com clareza conceitos que, para leigos, podem parecer demasiado complexos. Com todas essas habilidades, é capaz de observar o mundo e a sociedade sob uma visão analítica e crítica.

Mercado de trabalho

(Fonte: Giphy)

A maior área de atuação para um profissional de Filosofia é o ensino da disciplina nas escolas e universidades. O licenciado pode atuar no Ensino Médio, enquanto o filósofo que deseja ser professor no ensino superior precisa realizar estudos de pós-graduação, como mestrado e doutorado.

Para conseguir uma vaga na área de educação é preciso ficar de olho nos concursos ou processos seletivos em instituições públicas e privadas. No ensino superior, o filósofo pode conduzir pesquisas e projetos com alunos e professores.

Apesar de ser a opção mais comum, o ensino da Filosofia não é o único caminho a ser seguido, pois é possível atuar com consultoria e auxiliar no planejamento em empresas, para o governo ou outras instituições. Outras possibilidades incluem o trabalho em crítica de arte ou literatura, publicidade e análise do comportamento de indivíduos e da sociedade em órgãos de imprensa, além de produção e edição de textos sobre a área.

Se interessou pela área? Leia mais sobre o curso de Filosofia!