Você estudou o ano todo, fez simulados e foi bem neles, mas quando chega o dia do vestibular está suando frio e acaba tendo o famoso "branco" na hora da prova. Todo mundo que já passou por isso sabe que é uma das experiências mais frustrantes que existem, e a causa dela pode ser a baixa autoconfiança.

Os fatores que levam a essa condição são variados. Os pais fazem pressão porque querem ver os filhos brilharem na carreira, a competição entre os candidatos é grande e o mundo cheio de informações acaba elevando demais a ansiedade: a autoconfiança fica abalada e dá lugar às dúvidas. Mas você sabia que, assim como os músculos que são esculpidos nas academias, você pode desenvolver sua autoconfiança mudando alguns hábitos?

Como desenvolver a autoconfiança

(Fonte: Giphy)


A confiança no próprio potencial precisa ser exercitada mesmo antes do período de vestibular. Na realidade, ela exige uma mudança maior na forma de pensar e encarar os desafios.

Veja por onde começar.

Lembre-se do quanto se dedicou

Quando a ansiedade bater, lembre-se de toda a sua trajetória de estudos. Se você se dedicou, estudou, revisou a matéria e se preparou para a prova, é preciso reconhecer isso. Pense positivo! Você deu o seu melhor e tem capacidade de encarar esse desafio. Evite pensamentos negativos como "É muito difícil" ou "Não sou bom nisso"; sempre que eles surgirem, pare, respire e pense na sua jornada.

Não deixe a ansiedade alheia influenciar

Muitas vezes, deixamo-nos influenciar pela baixa autoconfiança dos outros, quando amigos e colegas estão muito ansiosos pela prova e acabam minando a nossa autoconfiança. Para evitar isso, vale novamente lembrar da sua trajetória: concentre-se naquilo que você estudou e lembre-se da dedicação que você colocou nos estudos.

Faça atividades físicas

Atividades físicas são excelentes no combate ao estresse. Tente conciliar a rotina de estudos com um tempo para a prática de exercícios, pois assim os níveis dos hormônios causadores do estresse baixam e você consegue elevar a sua autoconfiança.

O que fazer antes da prova?

(Fonte: Giphy)


Nos dias que antecedem a prova, é importante tentar relaxar e aliviar a tensão. Noites mal dormidas e estresse elevado podem atrapalhar o seu desempenho.

Veja como evitar que isso aconteça.

Relaxe

Estudar na véspera da prova só contribui para elevar o estresse. Deixe os livros de lado e procure fazer atividades prazerosas, veja episódios da série de que você mais gosta, reúna-se com amigos ou aproveite o dia em um parque.

Confira mais dicas para se dar bem no vestibular

Libere sua mente das preocupações com a prova, pois assim ela estará descansada e pronta para dar o máximo no momento do teste. Mas lembre que ir para a balada ou maratonar a série até a madrugada não são boas ideias, já que o cansaço pode tirar seu foco.

Prepare-se para o dia da prova

Deixe tudo organizado no dia anterior: documentos, canetas, comidinhas e água. Escolha uma roupa confortável e deixe-a separada para não perder tempo no dia. Por fim, descanse! Durma cedo para estar com as energias recarregadas na hora da prova e garantir que a ansiedade não afete sua autoconfiança.

Como se manter confiante durante a prova?

(Fonte: Giphy)


Se você seguir estas dicas, vai chegar ao momento decisivo com energia e concentração de sobra, mas, se o nervosismo quiser tomar conta, faça o seguinte:

Respire

Veja exercícios de respiração para se tranquilizar durante a prova.

A ansiedade é uma preocupação excessiva com o futuro, então, para combatê-la, é importante se conectar com o presente. Uma das formas de fazer isso é respirar conscientemente. Se você estiver sentindo as mãos geladas e a respiração ofegante, pare por uns minutinhos, largue a caneta e tente respirar profundamente.

Não se apresse

Não se compare com as pessoas que estão em volta. Faça a prova no seu tempo! Além disso, como testes assim costumam ser muito cansativos, tente fazer pequenas pausas, assim você evita ficar mentalmente cansado.

Tem outras dicas para manter a autoconfiança em dia? Compartilhe conosco nos comentários.

Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre o vestibular do Mackenzie