Conheça a história da Língua Portuguesa

Saiba o que estudar para o vestibular do Mackenzie!

A língua portuguesa se originou do latim vulgar e está presente em quatro continentes. Além do Brasil, ele é o idioma oficial de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Portugal. 

Aproximadamente 230 milhões de pessoas têm a língua como idioma nativo, tornando-a o 8° dialeto mais falado do mundo. O português passou a ser ainda mais difundido em 1996, quando surgiu a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) com o objetivo criar parcerias e melhorar a colaboração entre os países. Mas sua origem é bastante remota.

A língua portuguesa ainda está em constante mudança. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
A língua portuguesa ainda está em constante mudança. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

A origem da língua portuguesa

A língua portuguesa surgiu do latim — idioma falado pelos romanos que se situavam no estado da Península Itálica, o Lácio. Por serem navegantes, esse povo (que explorava novas terras para conquistar) se utilizava da forma vulgar da língua para se comunicar. Logo, o português se originou dessa vertente. Nesse período, o latim tinha duas modalidades: vulgar e clássico. 

O latim vulgar era falado por pessoas que faziam uso da linguagem sem preocupações estilísticas, com variação linguística expressiva e vocabulário reduzido. Já o latim clássico era utilizado por pessoas da alta sociedade e por escritores, sendo elitizado e complexo. 

A transformação do latim para o português se deu por conta das inúmeras migrações entre os continentes, por volta do século III a.C. Nessa época, os romanos passaram a ocupar a Península Ibérica por meio de conquistas militares e estabelecer seus hábitos, estilo de vida e, inclusive, sua língua.

O latim predominou entre línguas e dialetos falados em diversas regiões, o que gerou novos dialetos nos locais onde o Império Romano dominava. Foi sob essas circunstâncias que surgiram as línguas românicas, também conhecidas como neolatinas (línguas de origem latina e utilizadas em territórios conquistados pelos romanos).

5 períodos cruciais para a existência da língua portuguesa

A língua portuguesa teve sua evolução dividida em cinco períodos:

  1. Pré-românico: o latim era a língua oficial de Roma e foi levado por soldados para as regiões conquistadas.
  2. Românico: línguas que surgiram pela diferenciação ou do latim falado pelos soldados romanos. As grandes mudanças fizeram o latim ser substituído por dialetos que deram origem ao francês, espanhol e italiano. O português apareceu no século XIII.
  3. Galego-português: foi o idioma da Galiza, uma comunidade autônoma localizada no noroeste da Espanha, e das regiões de Portugal, Douro e Minho. Essa língua permaneceu até o século XIV.
  4. Português arcaico: teve influência de dialetos dos árabes e do latim, sendo o idioma falado entre o século XIII e a primeira metade do século XVI. Foi nesse contexto que iniciaram os estudos da língua portuguesa.
  5. Português clássico e moderno: o português arcaico se transformou em clássico (língua de Camões). Esse português teria sido trazido para o Brasil no tempo das grandes navegações.
O português sofreu influência de diferentes dialetos e culturas. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)
O português sofreu influência de diferentes dialetos e culturas. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

A implantação da língua portuguesa no Brasil

Portugal era conhecido por realizar grandes navegações. Ao desembarcar na costa brasileira, em 1500, deparou-se com povos indígenas, e uma diversidade linguística muito grande. Estima-se que havia aproximadamente mil línguas diferentes por aqui.

A língua portuguesa trazida pelos portugueses se misturou a essas línguas e criou-se outros dialetos. A cultura negra também passou a integrar esse arcabouço linguístico. Em resumo, pode-se dizer que a implantação do português no Brasil foi marcada por quatros períodos diferentes:

Para chegar ao português brasileiro que se fala hoje, aconteceram diversas mudanças: acréscimos e/ou supressões de ordens morfológica, sintática e fonológica na língua. E mesmo atualmente, ela ainda está em um processo de construção de sua identidade. A prova disso é o Novo Acordo Ortográfico, implementado em 2009.

Fonte: Toda Matéria, Só Português, Intercultural, Educação Pública. 

Este conteúdo foi útil para você?

58185cookie-checkConheça a história da Língua Portuguesa