Como é o trabalho do fisioterapeuta que atua com estética?

Saiba como ingressar no Mackenzie!

Segundo a revista Forbes, o Brasil é o quarto maior mercado da beleza e do cuidado pessoal do mundo. Mas isso não se explica apenas pela vaidade: o conceito de beleza está cada vez mais intimamente relacionado à ideia de saúde, bem-estar e qualidade de vida. E é aí que entram em cena os fisioterapeutas, pois, com uma formação densa, esses profissionais podem trabalhar com estética na chamada área Dermato-funcional. 

Quer saber mais? Então conheça como é o dia a dia de quem opta por esse segmento. Esteja pronto para se capacitar constantemente e saiba que verá resultados incríveis — importantíssimos para a saúde física e mental!

Fisioterapia dermato-funcional não é só beleza

Além dos ganhos estéticos, o trabalho do fisioterapeuta é importante por razões metabólicas e funcionais. (Fonte: Vladeva/Shutterstock)

É verdade que o conceito de beleza muda no decorrer do tempo. Em cada época, valoriza-se um tipo de corpo, mais magro ou gordo, por exemplo. Porém, há questões que vão além dessa construção histórica, sendo possível identificar uma relação íntima entre aspectos estéticos e o funcionamento do corpo.

Um exemplo disso é a drenagem linfática. A retenção de líquido costuma ser a razão pela qual se procura o procedimento, mas, além da questão estética, há muitos outros benefícios envolvidos, como a melhora da circulação sanguínea e linfática, a oxigenação dos tecidos, a eliminação de toxinas, o aprimoramento da digestão e a consequente diminuição do inchaço. 

Mas atenção: o procedimento precisa ser feito por profissionais especializados. O fisioterapeuta sabe anatomia, biofísica, biomecânica, bioquímica, fisiologia e diversos outros conhecimentos. Por isso, na hora do procedimento dermato-funcional, já sabe quem procurar!

Principais procedimentos estéticos

O profissional está apto a usar técnicas manuais e outras que dependem de máquinas e instrumentos. (Fonte: Yuliya Loginova/Shutterstock)

Além da drenagem linfática, são várias as técnicas que o fisioterapeuta pode usar para auxiliar na promoção da saúde. Seja no alívio da dor, seja para melhorar os funcionamentos metabólico e motor (e, de quebra, dar um “up” na autoestima), o fisioterapeuta tem uma série de técnicas que promovem qualidade de vida.

Confira algumas técnicas que esse profissional mais utiliza ao atender na área Dermato-funcional.

Essas técnicas são úteis para atender diversas demandas que chegam ao consultório do fisioterapeuta. Entre as mais comuns, estão tratamento de pele (limpeza, rejuvenescimento, retirada de manchas, cravos e espinhas), redução de medidas, inchaço e gordura localizada, bem como melhora na circulação sanguínea.

Formação necessária 

Se você ficou interessado no dia a dia de trabalho desse profissional, saiba que há uma demanda crescente, o que explica a ótima remuneração do setor. 

O primeiro passo para seguir essa carreira é fazer o curso de Fisioterapia. No Mackenzie, o bacharelado é composto de dez semestres. Após concluir o Ensino Superior, o egresso pode se especializar na área de Fisioterapia Dermato-Funcional. E, tal como na escolha da graduação, é importante que a sua pós-graduação seja cursada em uma instituição de qualidade e corpo docente experiente. 

Afinal, além de a busca por ganhos estéticos implicar questões de saúde, a autoestima dos pacientes merece o mesmo compromisso e profissionalismo. 

Fonte: Forbes, Negócios de Saúde, Fisio e Masso, Abm Saúde, Educa Mais Brasil.