Como avaliar o mercado antes de escolher a graduação?

Saiba como ingressar no Mackenzie!

Se você está finalizando ou já encerrou o Ensino Médio, pode estar preocupado sobre qual caminho seguir daqui para a frente. Qual graduação cursar? O ideal é que você considere seu potencial antes da escolha do curso, mas não só isso, estudando também os horizontes que a carreira oferece. Confira algumas dicas para essa fase tão desafiadora.

Analise seu perfil profissional

O primeiro passo dessa análise deve ser suas qualidades e aptidões profissionais. (Fonte: Winnin Vincenze/Shutterstock)

Um curso de graduação será capaz de oferecer conhecimento teórico e prático para subsidiar sua prática profissional, mas na hora do cotidiano profissional será você o responsável pela sua carreira. Por isso, é bacana ter nitidez sobre quais são suas qualidades e onde elas podem ser mais bem empregadas.

Pode ser que você seja um bom ouvinte, e as pessoas próximas a você digam com frequência que você seria um bom psicólogo ou médico. Apesar disso, você não considera ter inclinação à área da saúde. E agora?

Por isso, é importante saber quais são suas preferências. Quais são as áreas de interesse? Qual é a profissão que já imaginou exercer? E qual delas não aceitaria em hipótese alguma? Um bom ouvinte será útil em diversas áreas profissionais e não precisa se prender a uma ou outra área apenas. Considere alternativas com liberdade.

Assim, além das aptidões que você tem (como cozinhar bem, ser um bom músico ou um ótimo escritor), é necessário avaliar em que área profissional você deseja consolidar sua carreira e, assim, pesquisar muito ela. Esses são os primeiros passos. 

Analise o mercado

Conhecer o mercado pode ser trabalhoso, mas considere um investimento. (Fonte: Ra2 Studio/Shutterstock)

Uma primeira dica importante é estar ciente dos desafios da sua carreira. Por exemplo, se você deseja ser cirurgião, deve saber que passar muitas horas em pé e ter horários pouco regulares fazem parte dessa escolha. Já, se você deseja ser professor e pesquisador, muitas horas de leitura serão parte da sua rotina.

Se for possível, acompanhe o dia a dia de um profissional do ramo em que você deseja entrar. Isso será ótimo para considerar os aspectos que realmente impactam na rotina desse campo.

Vale a pena também direcionar a pesquisa para o mercado de trabalho da sua região. Quais profissões estão contratando mais e quais já estão saturadas? E qual é o prognóstico disso para os próximos 5 anos? Quando você estará se formando?

Outro elemento a ser ponderado é a questão salarial. A estabilidade financeira interfere positivamente na sua criatividade e no seu comprometimento em cada projeto, além de lhe permitir se dedicar aos seus planos pessoais e familiares.

Para se inspirar, é o caso de pesquisar casos de sucesso. Leia biografias de profissionais que são referências na área em que sonha trabalhar. Conheça os desafios que essas pessoas superaram e entenda como eles podem ser aplicados à sua realidade.

Se ainda restarem dúvidas, um teste vocacional é bem-vindo. Por meio desse instrumento, um psicólogo poderá identificar seus atributos e, de acordo com o resultado, sugerir a carreira ideal ou algumas opções possíveis.

Fonte: Mundo Vestibular, FIA, Universo Vestibulares.

Este conteúdo foi útil para você?

45300cookie-checkComo avaliar o mercado antes de escolher a graduação?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos