Como começar a estudar para o Enem?

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi criado em 1998 como uma maneira de avaliar o desempenho dos estudantes ao término da educação básica. A partir de 2009, ele passou a ser utilizado como um mecanismo de acesso ao Ensino Superior.

A prova ocorre anualmente (as datas programadas para este ano são 21 e 28 de novembro), e muitos estudantes tentam várias vezes conseguir uma colocação em uma boa universidade. Para ter um bom desempenho, é preciso não deixar os estudos acumularem e estar atento a uma série de fatores. Separamos seis dicas para te ajudar nessa jornada.

Ter um lugar tranquilo para os estudos pode maximizar sua atenção! (Fonte:Pixabay)
Um lugar tranquilo para os estudos maximiza seu tempo! (Fonte: Pixabay)

1. Trabalhe em um lugar tranquilo

É importante ter um ambiente próprio e tranquilo para maximizar sua atenção aos estudos. Se não for possível e você tiver que dividir o lugar onde estuda com outras pessoas, deixe seus objetivos e a importância daquele momento nítidos para elas.

2. Familiarize-se com a prova

Para um bom desempenho em uma prova longa, é preciso estar calmo. Então, comece a se familiarizar com ela. O teste é realizado em dois dias diferentes: o primeiro, com 5 horas e 30 minutos de duração, inclui o tempo da redação; e o segundo, que dura 4 horas e 30 minutos.

O exame é composto de quatro provas objetivas e uma redação. As provas são divididas em quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e redação, que englobam as disciplinas de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Tecnologias da Informação e Comunicação, Artes e Educação Física; Ciências Humanas e suas Tecnologias, que abrange História, Geografia, Filosofia e Sociologia; Ciências da Natureza e suas Tecnologias, a qual compreende Química, Física e Biologia; e Matemática e suas Tecnologias, a qual corresponde à Matemática.

Com tanto conteúdo o planejamento é fundamental! (Fonte: Pexels)
Com tanto conteúdo, o planejamento é fundamental. (Fonte: Pexels)

3. Crie um roteiro de estudo

É fundamental estar atento à lista dos conteúdos do Enem, que pode ser encontrada no site do Inep. Em uma prova com tantas matérias, é normal se concentrar naquela que você tem dificuldade, mas é importante separar um tempo para relembrar as que você já sabe ou gosta. 

Felizmente seu cérebro te ajuda nessa questão. Pesquisas demonstram que você aprende e retém mais conhecimento quando estuda algo pela primeira vez do que relendo um conteúdo 24 horas depois, e isso tem efeito cumulativo. Portanto, na próxima semana, você terá a capacidade de reter as mesmas informações com apenas cinco minutos de análise. Então, crie uma agenda com intervalos para relembrar as principais informações de cada matéria.

4. Pratique a redação e as provas anteriores

Por se tratar de uma prova que aborda um conteúdo extenso, porém repetido há anos, é muito provável que, ao praticar os exercícios das versões anteriores do Enem, você esteja respondendo a questões que vão cair na sua prova (talvez com uma outra “cara”). Também é importante praticar as redações anteriores e tentar receber um feedback de colegas ou professores.

5. Atente-se às notícias

O Enem tem um histórico de usar notícias e atualidades para contextualizar as questões ou a redação. Por isso, é importante ter um tempo para ficar por dentro dos acontecimentos políticos e sociais do mundo todo. No Blog do Mackenzie, você encontra uma editoria sobre temas atuais que podem cair nas provas. 

Importante estar atento as notícias! (Fonte Pixabay)
Importante estar ligado no que está acontecendo no mundo. (Fonte Pixabay)

6. Aproveite as redes sociais de maneira correta

As redes sociais podem ser uma poderosa ferramenta de auxílio na aprendizagem. Nos últimos anos, canais com aulas e dicas de estudo se popularizaram e muitos deles têm um conteúdo cada vez mais qualificado.

Outra maneira de usar as redes é participar de grupos de aprendizagem e trocas de experiências com colegas ou pessoas que já passaram por essa fase. Pesquisas demonstram que suas chances de aprendizagem aumentam quando você tem que ensinar o conteúdo. Então, trabalhar em grupos de estudo pode ser uma ótima oportunidade.

Saiba como funciona o vestibular do Mackenzie!

Fonte: Brasil Escola, Inep, Stoodi, Guia da Carreira, Na Prática, Psychestudy.

Este conteúdo foi útil para você?

47240cookie-checkComo começar a estudar para o Enem?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos