Boa parte da vida de uma pessoa é dedicada ao trabalho. O tempo que ela passa em seu ambiente profissional muitas vezes supera o tempo gasto com a família e com os amigos ou em atividades pessoais. Sendo assim, a forma como um profissional lida com problemas e situações adversas que surgem no trabalho é extremamente importante para a sua saúde mental e para a manutenção de um bom ambiente organizacional — por isso a inteligência emocional é tão essencial.

Por inteligência emocional entende-se a capacidade de um indivíduo para compreender e gerir as suas emoções, assim como a forma como lida com as emoções das pessoas que estão ao seu redor. Está relacionada a um conjunto de competências que comumente são encontradas em grandes líderes, como autoconsciência, autorregulação, motivação, empatia e habilidades sociais.

A psicologia explica que a formação do pensamento de uma pessoa passa por duas regiões do cérebro. Primeiro, pelo local em que ficam armazenadas as emoções e percepções; depois, vai para a região onde acontece, de fato, o processo racional. Por isso muitas vezes as pessoas agem por impulso e é fundamental que todos tenham controle emocional.

Características reconhecidas entre líderes

‌‌(Fonte: Unsplash)

Grandes líderes são reconhecidos por não perderem facilmente o controle, confiarem em si mesmos, saberem separar questões pessoais de profissionais, ouvirem e orientarem equipes e enfrentarem desafios de maneira sábia. Essas características são típicas de pessoas que são emocionalmente estáveis.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela revista americana Rex Huppke, essas particularidades podem trazer inúmeros benefícios para as empresas, como melhor cooperação entre colaboradores e um ambiente mais feliz, por essa razão o tema tem chamado atenção dos setores de recursos humanos, que têm começado a estimular o desenvolvimento de atividades para promover a inteligência emocional e melhorar a qualidade de vida no trabalho. Isso acontece quando se incentiva o conhecimento das emoções para que a pessoa aprenda a lidar com elas e haja desenvolvimento de empatia e motivação.

Quais são as vantagens da inteligência emocional

(Fonte: Unsplash)

A inteligência emocional se tornou um fator determinante para uma empresa e suas atividades, liderança, organização, gestão e sucesso de seus colaboradores. Um profissional que a possui consegue avaliar melhor as situações e tomar decisões mais assertivas, gerenciar melhor as situações inesperadas e mudanças repentinas, além de ser mais colaborativo com a equipe. Entre as vantagens estão as características apontadas a seguir.

Consciência emocional

Ter consciência emocional traz mais facilidade em entender emoções e como elas afetam a tomada de decisão e as pessoas ao redor. Isso evita que sejam feitas escolhas precipitadas e por impulso, dando espaço para definições mais racionais.

Gerência da emoção da equipe

A inteligência emocional faz com que seja mais fácil perceber e gerenciar os sentimentos de outras pessoas, habilidade fundamental para aqueles que pretendem ocupar cargos de liderança. Dessa forma, é possível antecipar problemas da equipe e solucionar conflitos com mais facilidade.

Comunicação rápida e eficiente

Quando se tem inteligência emocional, torna-se mais fácil se comunicar de forma clara e objetiva e avaliar as respostas dos outros. Facilita, ainda, a compreensão dos pensamentos da equipe.

Dessa forma, é possível entender melhor de que forma a inteligência emocional influencia o ambiente organizacional e como ela pode colaborar para o sucesso de um negócio e na gestão de equipes.

Confira mais dicas para potencializar sua carreira!