Saber diferenciar as classes gramaticais da língua portuguesa pode ajudar a responder muitas perguntas no vestibular, a interpretar textos e mesmo a escrever redações. Por isso, hoje falaremos de três pontos fundamentais para o aprendizado: substantivos, adjetivos e artigos.

O que é um substantivo?

(Fonte: Giphy)

Substantivos são os termos mais abundantes em um idioma, responsáveis por nomear tudo o que existe: um substantivo pode ser o nome de uma pessoa, de uma empresa, de um país, de um objeto e mesmo de um sentimento ou outro conceito abstrato.

Classificações

Quando o substantivo é comum, ele designa de maneira genérica todos os pertencentes a uma espécie ou tipo. Por exemplo, todas as pessoas podem ser chamadas de “humanos” e todas as pessoas que ainda não chegaram à adolescência podem ser chamadas de “crianças”. Sendo assim, humanos e crianças são substantivos comuns.

Já um substantivo próprio é aquele que designa algo específico e determinado: nomes de pessoas (Maria, João, Pedro), de lugares (Brasil, São Paulo, Estados Unidos) e mesmo de instituições e empresas (Revista Quatro Rodas, Petrobras).

Veja o exemplo abaixo:

  • Meus amigos se chamam Rafael e Rodrigo. Eles são irmãos e moram no Rio de Janeiro.

Nessa frase, amigos e irmãos são substantivos comuns; enquanto Rafael, Rodrigo e Rio de Janeiro são substantivos próprios.

Além disso, um substantivo pode ser concreto ou abstrato. Os concretos são aqueles que designam seres, reais ou imaginários, que têm existência própria: caderno, sapato, Vênus, alienígena, unicórnio. Já os abstratos não têm existência própria e dependem de ações de outros seres para existir: estudo, amor, coragem, memória.

Outra característica de substantivos é que eles podem variar em gênero, número e grau. Quanto ao gênero, pode ser masculino (cantor) ou feminino (cantora); quanto ao número, pode ser singular (romance) ou plural (romances); quanto ao grau, pode ser aumentativo (carrão) ou diminutivo (carrinho).

Por fim, por ser uma das classes gramaticais mais comuns em nosso idioma, o substantivo cumpre diversas funções sintáticas, como sujeito, objeto, vocativo, aposto e predicativo.

O que é um adjetivo?

(Fonte: Giphy)

Adjetivos são palavras que exprimem características de um ser, objeto ou conceito abstrato e normalmente servem como qualitativos de um substantivo em uma frase. Por exemplo:

  • Ontem eu vi um homem bonito e elegante. (bonito e elegante são adjetivos)
  • As unhas dela eram longas e afiadas. (longas e afiadas são adjetivos)

Classificações

Um adjetivo pode ser classificado como explicativo, que exprime uma qualidade própria e comum do ser em questão: poste alto, neve fria, voz sonora. Já o adjetivo restritivo, também chamado de especializador, é utilizado para diferenciar um ser de outros do mesmo tipo: homem bonito, fruta madura, sol matutino.

Os adjetivos ainda podem ser considerados simples, quando formados por um só radical (magro, alto, cômico), ou compostos, quando formados por mais de um radical (cor-de-rosa, castanho-escuro, afro-americano). Além disso, podem ser primitivos, dando origem a outros substantivos (bom, belo, magro), ou derivado, vindo de substantivos, adjetivos ou verbos (bondoso, belíssimo, magrelo).

Assim como os substantivos, os artigos podem variar em gênero (bonito, bonita), número (menino, meninos) e grau (baixo, baixinho).

O que é um artigo?

(Fonte: Giphy)

Artigo é uma palavra que acompanha o substantivo para particularizá-lo ou generalizá-lo. Ele não tem um valor semântico específico e é mais bem entendido e explicado quando está acompanhado de um substantivo.

Veja alguns exemplos:

  • Os familiares recuperaram os bens perdidos. (as duas ocorrências de “os” são artigos)
  • Os familiares recuperaram uns bens perdidos. (os e uns são artigos)

A diferença é que, na primeira frase, “os bens” determina e particulariza os bens em questão. Já na segunda, “uns” generaliza a palavra “bens”, não definindo quais foram os bens recuperados.

Classificações

Os artigos definidos são o, a, os e as. Os indefinidos, por sua vez, são um, uma, uns e umas.

Em algumas ocasiões, os artigos podem aparecer acompanhados de preposições, como no (em + o), na (em + a), num (em + um), dum (d + um), ao (à + o). Outra particularidade dessa classe gramatical é que toda palavra que aparece após um artigo é, automaticamente, um substantivo. Veja alguns exemplos:

  • O brincar é importante para todas as crianças. (brincar, normalmente um verbo, vira substantivo)
  • Preciso entender o porquê. (por que, normalmente um pronome interrogativo, vira substantivo)

Entendendo essas classes gramaticais, você já tem uma boa base para estudar para a prova de Português. Compartilhe conosco suas dúvidas sobre essa disciplina.