Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

A transformação digital está alterando a forma de organização das sociedades, os relacionamentos entre as pessoas, os negócios e suas cadeias produtivas inteiras. A comunicação desempenha um papel central nessas mudanças, mas muitas estratégias já consagradas se tornaram insuficientes frente a um cenário hiper-conectado e com grande fluxo de informações.

Para quem compreende essas transformações, existe a possibilidade de um crescimento rápido em uma escala quase infinita. Não há uma “fórmula mágica” para atuar nesse cenário, mas algumas estratégias podem ser úteis para evitar ciladas e aproveitar as novas oportunidades geradas pela era digital.

1. Segmentação de público

Saber identificar o público-alvo é essencial para realizar uma estratégia de comunicação digital eficaz. (Fonte: Shutterstock)

A televisão, o rádio e outros meios de comunicação de massa têm como o objetivo alcançar o maior número de pessoas possível para conseguir compensar seus altos custos de transmissão. Com isso, a publicidade nesses veículos costumava ser cara e menos segmentada.

A internet e as redes sociais segmentou ainda mais os públicos e forçou uma pulverização das estratégias de marketing. Com isso, a principal meta agora não é atingir um grande número de pessoas, mas enviar a mensagem para o público correto em meio a um universo de diferentes nichos.

2. Produção de conteúdo constante

A construção de uma boa reputação e credibilidade é um trabalho lento e de longo prazo, em especial nos meios digitais. Campanhas bombásticas na internet tendem a perder o efeito com a mesma velocidade com que foram criadas. Por isso, é importante manter uma produção constante e consistente de conteúdo, tendo como objetivo construir uma comunidade virtual em volta de sua marca.

A reputação sólida no meio digital traz benefícios palpáveis no cotidiano de profissionais e empresas. As pessoas acabam comprando produtos das marcas que são autoridades no assunto e estão participando de suas vidas. Dessa maneira, não é preciso se preocupar em vender de forma ostensiva e constante os produtos, mas sim produzir conteúdo de forma constante e consistente.

3. Interatividade é essencial

Interatividade é um conceito fundamental para marcas e produtos conseguirem bons resultados no meio digital. (Fonte: Shutterstock)

Os usuários de redes sociais estão acostumados a manifestar as suas opiniões e pensamentos. Portanto, uma estratégia para os meios digitais deve estimular ações e adotar comportamentos construtivos, fomentando e participando de conversas. É preciso estar atento aos assuntos do momento (os chamados trends tropics), para ter melhores resultados.

O poder da interatividade pode ser visto na realização de lives. A dinâmica da live é algo único. Esse meio de interação se assemelha às videoconferências por permitirem a interação em tempo real, mas se diferencia por serem abertas ao público. Além disso, é comum que as lives promovam o encontro e a interação entre pessoas desconhecidas que estão assistindo ao conteúdo.

4. Mensagens simples e diretas

A internet está sobrecarregada de informações e as pessoas estão preferindo receber mensagens simples e diretas. O público digital prefere imagens e vídeos do que textos. Ainda assim, a leitura continua em voga, mas publicações curtas trazem melhores resultados do que textos muito longos. Claro, essas são sugestões gerais baseadas em estatísticas de mídias sociais. A estratégia certeira deve ser calibrada de acordo com cada segmento.

Fonte: Estadão, Bwg, Comstor, Exame, Mundo do Marketing.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie