Qual é a profissão mais importante do mundo? Mais ou menos requisitadas, todas as ocupações têm seu grau de importância na sociedade, mas o fato é que todas necessitam de professores. O ofício de educador está diretamente ligado à formação estrutural da própria sociedade, e isso faz com que esse profissional tenha, talvez, a maior necessidade de desenvolver suas atividades com ética e responsabilidade social.

O que é ser professor?

(Fonte: Unsplash)

Especialistas em educação costumam diferenciar professores de educadores. Professor é o profissional propriamente dito, aquele que, no ato da docência, emprega os conhecimentos adquiridos em sua formação, sem se envolver socialmente.

Já o educador vai além da profissão. Ele é movido pela vocação de estar ensinando o tempo todo, em sala de aula ou fora dela. Sob essas circunstâncias, o ato de ensinar adquire um papel social, que compreende desenvolver os alunos não apenas profissionalmente mas também como cidadãos. Esse processo requer que o educador provoque "conflitos intelectuais" nos estudantes ao invés de apenas repassar conteúdos.

Como se tornar docente?

(Fonte: Unsplash)

O mercado de trabalho para os professores é relativamente amplo, uma vez que o crescente número de alunos sempre demanda mais profissionais. Para se tornar um profissional, você deve ter uma das seguintes formações:

  • Licenciatura — Cursos superiores que habilitam o profissional a ensinar nas modalidades de Educação Infantil e ensinos Fundamental e Médio, licenciando o graduado para atuar em áreas específicas, como Matemática, Geografia, Ciências Biológicas, Letras, Química, Física e Pedagogia;
  • Normal superior — Curso superior de licenciatura que habilita o professor para atuar na Educação Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental;
  • Magistério — Curso de nível médio que forma professores para atuarem na Educação Infantil (está em desuso e será extinto em alguns anos);
  • Pedagogia — Curso superior de licenciatura que habilita o profissional a trabalhar na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental (até o 5º ano). Embora a prioridade seja a formação de professores, alguns profissionais podem integrar equipes de gestão do sistema escolar;
  • Bacharelado — Quem se forma no nível superior como bacharel pode atuar como docente até o nível médio desde que faça um curso de complementação pedagógica. Para trabalhar no nível superior, deve-se concluir uma pós-graduação do tipo lato sensu (especialização).

Como o professor deve atuar?

(Fonte: Unsplash)

No exercício da profissão, o docente lida com pessoas o tempo todo, por isso subentende-se que todo professor deve ser um educador. Para a maioria das crianças, a escola é o primeiro ambiente de socialização fora do círculo familiar. De acordo com esse aspecto, funciona como um lugar de transformação social, onde o que é aprendido deve ser útil na vida prática de cada ser humano, e o mesmo se aplica às outras instituições de ensino.

Para se adequar à função, o professor precisa aderir à formação contínua, que envolve uma aprendizagem permanente e que deve servir para seu desenvolvimento pessoal, cultural e profissional. O profissional, de forma alguma, pode se acomodar diante das transformações sociais. Ele, aliás, é peça fundamental dessas mudanças, buscando entendê-las e ensiná-las aos alunos.

Mercado de trabalho para professores

(Fonte: Unsplash)

Existe um plano de carreira nacional unificado que se aplica a todos os professores de educação pública federal, estadual ou municipal, que é onde se concentra a maior parte das vagas.

Os professores podem atuar em diversas áreas, dentre as quais podemos destacar:

  • assessoria pedagógica (e para empresas) na sua área de conhecimento;
  • produção de conteúdo para cursos a distância, assim como acompanhamento do desenvolvimento de alunos nessa modalidade;
  • aulas nos ensinos fundamental, médio e superior;
  • produção, revisão e edição de textos para empresas do ramo editorial.

Os melhores salários estão no ensino superior e variam conforme a titulação do profissional. Para quem deseja se tornar professor universitário, é necessário investir mais tempo em formação. Até poucos anos atrás, para atuar no ensino superior bastava ter concluído um curso de graduação. Hoje, é preciso ter, no mínimo, uma pós-graduação lato sensu para atuar em faculdades privadas e pós-graduação stricto sensu (mestrado ou doutorado) para ser professor em universidades públicas federais.

Os professores também podem optar por se especializar na gestão educacional, a fim de exercer cargos de direção em escolas e faculdades, por exemplo.

O que esperar da profissão?

(Fonte: Unsplash)

Exemplos de professores felizes e bem-sucedidos não faltam na sociedade. Quem opta por seguir a vida docente e entende o valor dessa profissão muito provavelmente se realizará na carreira. É preciso se prender à profissão com amor e dedicação, reconhecendo a importância de se tornar referência para centenas de pessoas ao longo da sua jornada.