O fim do ano traz o momento mais aguardado por todo estudante: o vestibular. Depois de anos de muito estudo e dedicação, é hora de aplicar o conhecimento adquirido, e um detalhe que preocupa o vestibulando é o desenvolvimento da prova, em especial as pegadinhas que podem aparecer.

Questões pensadas para testar a atenção conseguem enganar até mesmo o mais preparado dos alunos. O erro, nesses casos, é atribuído principalmente ao nervosismo do momento, e tudo isso acaba levando à perda de pontos importantes.

Pensando nisso, separamos as pegadinhas mais comuns no vestibular, com dicas para você tirá-las de letra e conquistar todos os pontos necessários.

1. Todas as alternativas parecem certas

(Fonte: Giphy)

Sabe aquela questão em que todas as alternativas parecem corretas? Essa é a pegadinha mais recorrente do vestibular. O segredo é que, na verdade, todas as opções apresentam elementos que estão certos, mas apenas uma delas tem todas as informações necessárias.

Dica: leia com calma tanto o enunciado quanto as alternativas e sublinhe todas as palavras corretas. Outra opção é riscar as opções erradas, o que facilita a leitura. No enunciado, não se esqueça de destacar se a proposta pede a alternativa correta, incorreta ou outras informações.

2. Alternativa incorreta

(Fonte: Giphy)

Ao invés de solicitar a alternativa correta, o enunciado pede para assinalar a opção incorreta. Especialmente os mais apressados, que leem de forma dinâmica as instruções, acabam sofrendo com essa pegadinha.

Dica: leia o enunciado com calma, sem pular nenhuma frase, muito menos considerar que já sabe o que deve ser feito. Muitos vestibulandos querem economizar tempo e acabam perdendo pontos preciosos.

3. Generalização

(Fonte: Giphy)

Uma fórmula frequente no vestibular é a utilização de termos como “todos”, “nunca”, “sempre”.

Dica: não exclua de cara as alternativas com esses marcadores. Mesmo que seja difícil existir uma consistência tão grande, é possível. Leia com atenção e considere o que está sendo pedido na questão.

4. Parônimos

Parônimos são palavras com fonética e grafia parecidas, mas que têm significados diferentes — é o caso de “cumprimento” e “comprimento”. Na prova, esses termos podem ser utilizados para causar confusão durante a leitura.

Dica: identifique o sentido do que está sendo solicitado e não acredite na primeira leitura. Sublinhe as palavras que podem ser parônimos e não se preocupe com o tempo: se a dúvida permanecer, faça uma anotação e siga para a próxima questão.

5. Textos intermináveis

(Fonte: Giphy)

Muitos vestibulares utilizam enunciados e alternativas longas, com informações verdadeiras e falsas mescladas. Além de precisar de atenção, os textos mais longos geram mais distrações.

Dica: faça a leitura com calma, marque as palavras-chave e sublinhe as passagens mais importantes. Encontre formas de classificar a informação de forma que mesmo em um texto longo você consiga identificar quais dados são essenciais.

6. Cálculos

(Fonte: Giphy)

Outro clássico do vestibular, os cálculos enormes muitas vezes podem ser substituídos por uma leitura atenta do enunciado.

Dica: como a prova exige concentração e administração de tempo, muitos vestibulandos pulam a leitura atenta. Lembre-se de que as ciências exatas também exigem muita interpretação, então faça desenhos e trabalhe os números de forma organizada.

Não se apresse, siga o seu tempo e realize a prova com atenção e cuidado. Tudo o que você precisa está no seu conhecimento. Basta aplicá-lo!