Quais são os principais tipos de TCC?

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um dos instrumentos mais importantes da formação acadêmica. O trabalho final funciona como uma espécie de teste para que os novos profissionais demonstrem todo o conhecimento teórico e prático que foi adquirido e possa servir como um cartão de visita no mercado de trabalho.

A atividade consiste em um processo de investigação científica ou profissional sob a orientação de um professor. A apresentação do TCC é pública e costuma agregar toda a comunidade acadêmica, além de convidados. O trabalho é um componente obrigatório das grades curriculares dos cursos de graduação no Brasil.

Geralmente, o trabalho deve ser apresentado em forma de monografia ou artigo científico, com regras bem específicas quanto à formatação e à estrutura. No entanto, existem diversos tipos de TCC. Confira as principais possibilidades existentes na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM)

1. Estudo de caso

Estudo de caso ajuda a compreender melhor as características de uma empresa ou setor específico. (Fonte: Shutterstock/Motortion Films/Reprodução)

O estudo de caso busca analisar profundamente um tema a partir de um caso concreto. É um dos tipos de TCC mais utilizados pelos graduandos. O trabalho pode envolver levantamentos teóricos, revisão bibliográfica, além da observação e experiências práticas do campo de estudo selecionado para pesquisa. 

O estudo de caso permite observar detalhes da trajetória de um profissional ou empresa e possibilita a análise da dinâmica de processos em sua complexidade para contribuir com a construção do conhecimento científico. Seu resultado não pode ser generalizado ou utilizado para explicar ou representar outros objetos semelhantes, mas poderá ser útil para realizar estudos comparativos.

O método para o estudo de caso é, geralmente, dividido em cinco etapas:

2. Pesquisa exploratória

A pesquisa exploratória não precisa de uma hipótese definida, mas requer objetivos bem delineados. (Fonte: Shutterstock/Khosro/Reprodução)

A pesquisa exploratória objetiva tratar de um problema que foi objeto de pouco ou nenhum estudo anterior. Se o objeto ou a abordagem de seu TCC é inovador, ou pioneiro dentro da sua área, esse tipo de trabalho é o mais indicado.

Ele também abre espaço para trabalhos futuros em cima do assunto que foi explorado, permitindo que os autores ou outros pesquisadores aprofundem os estudos posteriormente em outras formações, como mestrado e doutorado. Não é necessário formular e testar hipóteses, mas é preciso definir bem os objetivos da exploração do tema. 

Geralmente, a pesquisa exploratória permite métodos mais flexíveis, sem o uso de questionários detalhados ou de amostragens muito complexas. A metodologia costuma envolver levantamento bibliográfico; entrevistas com pessoas que tiveram experiências práticas com o problema pesquisado e análise de exemplos que estimulem a compreensão do objetivo investigado.

3. Revisão bibliográfica

Uma revisão bibliográfica de um assunto deve abranger os estudos publicados sobre determinado tema. (Fonte: Shutterstock/Billion Photos/Reprodução)

A revisão bibliográfica visa reunir todas as informações existentes e relevantes sobre determinado assunto nas literaturas disponíveis. O estudante precisará ter contato com trabalhos científicos, livros, revistas científicas e todos os documentos que já abordaram o tema escolhido, para realizar uma revisão e união de fatos relevantes.

Esse tipo de TCC requer uma atenção especial com a avaliação e revisão das referências e citações. Erros nisso podem levar a indícios de plágio e baixar a nota final do trabalho. A conclusão deve ser totalmente original e escrita de forma mais livre e sem citações.

4. Produto Final

Alguns cursos, como os de comunicação, permitem a apresentação de um produto final. (Fonte: Shutterstock/Den Rise/Reprodução)

Além dos tradicionais tipos de TCC, apresentados com a estrutura de uma monografia, alguns cursos permitem que o estudante ou um grupo apresentem seu trabalho final em formato de um produto da área específica em que está se formando, como uma campanha de Marketing.

Esse formato de trabalho pode ser mais dinâmico e flexível, mas também requer cuidados. Além de todo o esforço para elaborar o produto, o estudante tem de estar atento para a elaboração de um relatório de atividades, pois esse documento também será fundamental para avaliação.

Quer ser um mackenzista? Saiba como funciona nosso vestibular.

Fonte: Metodologia Científica.org, Mackenzie.

Este conteúdo foi útil para você?

47630cookie-checkQuais são os principais tipos de TCC?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos