DCE: o que é e para que serve?

Quer ser um mackenzista? Saiba como funciona nosso vestibular.

O chamado Diretório Central dos Estudantes (DCE) é uma organização gerida por alunos para os próprios alunos. De maneira democrática, soluções para dilemas comuns no dia a dia dos universitários são pensadas por meio do protagonismo estudantil. Entenda mais. 

O papel do DCE

Um dos papeis do DCE é fomentar discussões sobre temas relevantes para a agenda pública. (Fonte: DCE Mackenzie/Reprodução)

Toda universidade tem ou deve ter um DCE, pois é por meio dessa entidade que os estudantes podem fazer reivindicações, exigir uma educação de qualidade e comunicar à reitoria sobre as principais pautas discutidas.

Nas universidades mais tradicionais, é comum que o DCE tenha cadeira cativa em colegiados importantes, como em câmaras setoriais e até no conselho universitário das instituições de ensino. Assim, garante-se que todas as propostas discutidas sejam conhecidas pelos alunos e haja espaço para apresentar a posição do diretório.

Outra dimensão importante do diretório é fomentar discussões políticas, já que a universidade não é um sistema fechado; ao contrário, ela é permeável ao que acontece na sociedade e tem um papel de protagonismo importante a ocupar na agenda pública. Por isso, organizar discussões sobre os principais temas contemporâneos é parte do escopo do DCE.

Promover eventos artísticos e esportivos também pode fazer parte do trabalho da entidade, sobretudo nos casos em que não há atléticas, quando o DCE pode assumir a tarefa de fomentar iniciativas relacionadas a essas frentes, importantes para a vida acadêmica.

Representação dentro e fora da universidade

Além de dialogar com a administração da instituição de ensino e promover debates internos, o DCE tem o papel de representar os estudantes em outros espaços. 

Se existe a demanda de construir um ponto de ônibus em frente à universidade ou iluminá-lo melhor, por exemplo, o DCE pode procurar a prefeitura da cidade para apresentar a questão. E essa busca pode ser feita até mesmo junto à reitoria da universidade, já que se trata de uma questão de interesse comum.

Além disso, o DCE tem o papel de apresentar a posição dos estudantes nos fóruns regionais e nacionais de discussão estudantil. Um exemplo é o Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), realizado a cada 2 anos: é o DCE que chama assembleias para que os estudantes da UPM definam posições sobre a vida estudantil e elejam delegados para esses espaços que representem a opinião da comunidade estudantil.

Conheça o DCE-Mack, o Diretório da UPM

Em homenagem a Paiva, o escritor Marcelo Rubens Paiva fala sobre seu pai em visita à UPM. (Fonte: DCE Mackenzie/Reprodução)

O DCE do Mackenzie é bastante tradicional. Com décadas de história, tem enorme protagonismo e já foi palco de discussões calorosas em relação a diversos temas da vida estudantil e da vida política do país.

O Diretório da UPM leva o nome de um mackenzista importante: o ex-deputado Rubens Paiva, cassado e desaparecido desde 1971 — acredita-se que sob mando do regime militar. Paiva foi estudante de Engenharia Civil na Universidade Presbiteriana Mackenzie e é lembrado pelos estudantes da instituição como um defensor da democracia.

Fontes: UNE, DCE Mackenzie.

Este conteúdo foi útil para você?

41300cookie-checkDCE: o que é e para que serve?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos