4 atividades de extensão para quem gosta de música

Se você ainda não ingressou na graduação, vai se surpreender com o rol de oportunidades que o ambiente universitário pode proporcionar. Como o próprio nome já diz, a universidade oferece um universo de atividades e espaços para o aprimoramento técnico e humano.

Aos que gostam de esportes, há times de várias modalidades e competições esportivas. Para quem gosta de ler, há a possibilidade de participar de grupos de leitura. E, aos fãs de música, também há seu espaço. Conheça quatro atividades de extensão para quem é apaixonado por Música. 

1. Baterias universitárias

Formadas por alunos e geridas pelos próprios estudantes, as baterias universitárias são grupos que tocam instrumentos de percussão em eventos como campeonatos esportivos e festas. A bateria, em geral, é ligada à Associação Atlética Acadêmica, que é responsável por treinar atletas e por isso está sempre presente em jogos universitários.

Se você se interessa por instrumentos como surdo, caixa, tamborim e repique, vai amar fazer parte desse fervo, torcendo e representando a sua instituição de ensino por meio da música. 

2. Coral universitário

Os corais universitários são oportunidades de aprimorar dotes musicais e ainda fazer amigos. (Fonte: Shutterstock)
Os corais universitários são oportunidades de aprimorar dotes musicais e ainda fazer amigos. (Fonte: Shutterstock)

Para quem gosta de soltar a voz, o coral universitário é o lugar certo. Ingressar nessa experiência, além de uma oportunidade de conhecer a si mesmo e aprimorar suas competências vocais, é uma forma de fazer amigos. 

No Mackenzie, há três corais e são realizadas audições para quem quer entrar em algum deles: o Coral Universitário, Coral Mackenzie e Coral Jovem Cênico Mackenzie. Os benefícios desse tipo de atividade são muitos. 

“A prática de música de boa qualidade e bem orientada promove uma organização física e intelectual, que a gente nota no dia a dia”, disse o maestro da instituição, Parcival Módolo, que é um dos mais renomados do Brasil.

3. Orquestra

Quem toca instrumentos musicais vai se sentir em casa em orquestras universitárias. (Fonte: Shutterstock)
Quem toca instrumentos musicais vai se sentir em casa em orquestras universitárias. (Fonte: Shutterstock)

Caso você toque algum instrumento musical, também poderá seguir aprimorando essa competência participando de orquestras universitárias. A Orquestra de Câmara Mackenzie, por exemplo, é uma das mais reconhecidas do estado de São Paulo e realiza apresentações incríveis, inclusive em parceria com grupos internacionais. Não é demais?

4. Cursos de extensão

Se você não tem interesse em cantar nem tocar instrumentos musicais, mas gosta de estudar música, pode participar de grupos de estudo ou cursos de extensão. No Mackenzie, é comum serem lançados cursos que perpassam temas como a educação musical e o papel da música na sociedade. 

Foi o caso do Música na Infância: por que é tão importante?, lançado no ano passado. Vale muito a pena ficar de olho na gama de atividades extracurriculares que você pode aproveitar nesse universo que é a vida acadêmica.

Quer ser um mackenzista? Saiba como funciona nosso vestibular.

Fonte: Mackenzie.

Este conteúdo foi útil para você?

42120cookie-check4 atividades de extensão para quem gosta de música

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos