Dicionário startupeiro: 24 palavras que você precisa conhecer

Desde a ascensão das startups, inúmeras áreas vêm aderindo a um vocabulário bem particular, com termos e siglas de origem inglesa. Isso tem acontecido não apenas no segmento de tecnologia, mas também em empresas de comunicação, finanças e varejo. Afinal, as transformações que vivemos hoje são globais, e o inglês é uma língua universal. 

Mas será que você está por dentro desse novo universo? Listamos aqui 24 palavras que estão entre as mais importantes nesse novo ambiente organizacional. Confira!

1. Benchmarking

Ideia de benchmarking está ligada à liderança de mercado. (Fonte: Jirsak/Shutterstock)
Ideia de benchmarking está ligada à liderança de mercado. (Fonte: Jirsak/Shutterstock)

Processo em que se identificam as características que serão os diferenciais de um produto ou serviço.

2. Bootstrapping

Trata-se do modelo de autofinanciamento, quando o empreendedor dispõe de todo o recurso necessário ao projeto.

3. Business model canvas

Processo de listagem de ideias sobre desafios prováveis e formas de resolução para a startup tirar os planos do papel.

4. Cloud computing

Refere-se à computação em nuvem, que economiza recursos e permite a flexibilização do trabalho.

5. Coworking

Modelo de escritório compartilhado por empreendedores e profissionais liberais.

6. Crowdfunding

É o financiamento coletivo que costuma ser feito por portais específicos em projetos que dependem de aporte.

7. Demo day

Data em que se apresenta uma nova empresa a investidores e outros públicos importantes.

8. Due diligence

Trata-se de uma revisão feita periodicamente em setores específicos da empresa para apurar falhas ou detectar a conformidade de práticas e processos.

9. E-commerce

Estratégias de venda online são cada vez mais importantes. (Fonte: William Potter/Shutterstock)
Estratégias de venda online são cada vez mais importantes. (Fonte: William Potter/Shutterstock)

Refere-se à ideia de comércio eletrônico, em que lojas virtuais vendem produtos pela internet ou permitem que consumidores façam negócios entre si.

10. Early stage

Startup jovem, com até três anos.

11. Growth capital

Trata-se do aporte de capital necessário ao crescimento da startup após ela ter-se demonstrado viável.

12. Hurdle rate

O conceito se remete à taxa mínima de retorno necessária para que um investimento seja viável.

13. KPI

O KPI permite monitorar o desempenho geral da organização. (Fonte: NicoElNino/Shutterstock)
O KPI permite monitorar o desempenho geral da organização. (Fonte: NicoElNino/Shutterstock)

É o indicador-chave de desempenho pelo qual se mede o sucesso das metas da empresa.

14. Market fit

Refere-se ao produto ou serviço que se encaixou como uma luva no mercado.

15. MVP

O minimum viable product, ou mínimo produto viável, é uma versão compacta do que a startup oferece e que será testada.

16. Networking

Rede de relacionamentos com os públicos que envolvem a startup, passando por investidores, parceiros, fornecedores e clientes.

17. Pitch

O pitch costuma ser direcionado a investidores em potencial. (Fonte: Antonio Diaz/Shutterstock)
O pitch costuma ser direcionado a investidores em potencial. (Fonte: Antonio Diaz/Shutterstock)

Pequeno discurso de apresentação e venda do produto ou serviço da startup.

18. ROI

Return on investment ou retorno sobre investimento.

19. Royalties

Valor pago para direito de uso de marcas, patentes, franquias ou outra questão protegida por relação de propriedade intelectual.

20. Seed capital

Trata-se do capital semente, ou seja, aquele captado pela empresa no momento do seu nascimento.

21. Spin-off

Produto ou serviço elaborado por uma empresa que se desenvolve a ponto de ganhar vida própria e se desmembrar da corporação.

22. Stakeholder

Públicos internos e externos com os quais a startup dialoga: governo, investidores, funcionários, acionistas, concorrentes, mídia etc.

23. Startup

Empreendimento em estágio inicial com vocação de crescimento e consolidação, em geral inovador e ligado à área tecnológica.

24. Valuation

Mecanismo que visa mensurar o valor de mercado de uma empresa, considerando ativos, fluxo de caixa e expectativa de expansão comercial.

Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie!

Fonte: Conjet.

Este conteúdo foi útil para você?

42050cookie-checkDicionário startupeiro: 24 palavras que você precisa conhecer