Compliance digital: é possível ter controle?

Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

Em um mercado cada dia mais competitivo, manter a integridade de uma marca é essencial. Nesse quesito, o compliance pode ser um aliado eficiente para garantir a reputação de uma companhia perante o público-alvo e seus parceiros de negócio. O termo é proveniente da expressão em inglês to comply, que significa cumprir, obedecer e concordar.

No âmbito empresarial, o termo se refere a estar em conformidade com leis e regras vigentes que, para serem seguidas, necessitam de um conjunto de normas internas pertinentes às atividades desenvolvidas, visando cumprir a legislação externa em vigor para a área. Essas medidas são primordiais para reduzir ações que possam afetar de forma negativa a imagem de uma instituição.

No mundo digital, a preocupação das empresas também deve estar voltada para esse aspecto. Para isso, utilizar compliance digital e buscar auxílio profissional é muito importante para seguir as regras impostas à área de tecnologia da informação.

Continue a leitura para entender melhor.

O que é compliance digital?

(Fonte: Giphy)

O compliance digital surgiu da necessidade das empresas de se adequarem às leis referentes aos canais digitais, como a Lei Anticorrupção Empresarial Brasileira e o Marco Civil da Internet, possibilitando ao usuário maior segurança e transparência nas interações.

O termo se relaciona à precaução referente a condutas ilícitas cometidas por colaboradores, além da prevenção da divulgação de dados e usos indevidos da marca. Na prática, é preciso adotar um conjunto de normas a serem seguidas para evitar esses riscos. Contudo, para gestores que não têm conhecimento técnico na área, planejar e implementar essas regras pode ser um grande desafio.

Por esse motivo, formar profissionais capacitados nesse âmbito é fundamental para atender a essas demandas cada vez mais frequentes. Os cursos disponíveis visam entender as leis aplicadas à tecnologia da informação, a legislação anticorrupção e como a inovação tecnológica pode auxiliar na investigação de atos relacionados à corrupção.

Quais são os benefícios para a empresa?

(Fonte: Giphy)

As vantagens da implementação de um compliance digital nas empresas são muitas; veja algumas a seguir.

Manutenção da reputação da marca

Instituições que investem em compliance demonstram preocupação ética, o que transparece maior confiabilidade para consumidores e parceiros.

Prevenção de riscos em casos de investigação

Um compliance bem estruturado previne riscos relacionados a fraudes e problemas com o não cumprimento das leis. Ter regras claras de compliance permite que a empresa tenha respaldo para possíveis investigações. É importante destacar, nesses casos, que os investigados devem estar cientes de todo o processo com antecedência, para que qualquer análise seja feita de forma legítima.

Redução de custos

Com o compliance, é possível reduzir os custos relacionados aos prejuízos legais e problemas de rendimento referentes a uma imagem negativa da marca.

Vantagens para o consumidor

Os benefícios para o consumidor incluem maior segurança com relação aos seus dados, desenvolvimento de confiança na marca e possibilidade de um relacionamento mais transparente com a empresa.

É possível ter controle?

Apesar de ser um processo que envolve bastante conhecimento da legislação em vigor e dos recursos utilizados digitalmente pela empresa, a gestão pode ser feita com muita facilidade por profissionais capacitados que sigam algumas etapas para a implementação.

Realizar auditorias

Para planejar um compliance adequado às necessidades da empresa é preciso verificar todos os recursos tecnológicos utilizados pela companhia. Dessa forma, é possível identificar os pontos com maiores riscos de falhas em relação à segurança e gerar soluções para essas questões.

Adequar-se às políticas de privacidade

Ter uma política de privacidade é obrigatório caso a empresa manipule dados, principalmente de forma virtual. É essencial que esses termos estejam enquadrados no que está disposto no Marco Civil da Internet e no Código de Defesa do Consumidor.

Implementar regras internas

Esse item é primordial para se cumprir o estabelecimento de um compliance. A política interna de uma organização é muito importante para controlar práticas ilegais e antiéticas, além de exigir a utilização adequada dos recursos tecnológicos disponibilizados pela instituição.

O compliance digital é uma maneira de fazer com que a empresa demonstre maior confiabilidade entre seus parceiros e clientes. Profissionais especializados na área são capazes de garantir esse aspecto ao aplicar seu conhecimento técnico, zelando pela imagem da marca.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie

Este conteúdo foi útil para você?

1860cookie-checkCompliance digital: é possível ter controle?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos