Os jogos podem ajudar a desenvolver a psicomotricidade e o trabalho em equipe entre as crianças

Os jogos auxiliam no desenvolvimento de diversas habilidades nas crianças. Quando é promovida nas escolas, a hora da atividade escolar com jogos pode contribuir para a formação de amizades entre as crianças e a integração da turma. Cada formato de jogo tem benefícios e pode ser aproveitado em diferentes momentos.

Confira formatos de jogos em sala de aula.

Jogos imaginativos 

Nos jogos imaginativos, o aluno pode desempenhar os diferentes papéis que a brincadeira de faz-de-conta exige.

Esses momentos proporcionam boas oportunidades para a criança desenvolver seu vocabulário em contexto comunicativo lúdico. Essa é uma das razões pelas quais esses jogos ajudam no desenvolvimento infantil. O professor deve guiar os alunos com instruções iniciais e depois observar como as crianças desenvolvem os temas nos quais foram orientados. Em alguns momentos, vale até uma sugestão de incluir um colega na brincadeira. Os livros didáticos ajudam a relacionar os temas de sala de aula com esse tipo de jogo.

Criança com bolo de aniversárioDescrição gerada automaticamente com confiança baixa
Na escola, há espaço para jogos imaginativos e brincadeiras com regras predefinidas. (Fonte: Freepik)

Jogos com regras

Já os jogos com regras demandam que as crianças entendam bem as normas. Essas atividades podem ter objetivos como ensinar um conteúdo, incentivar a interação da classe ou desenvolver habilidades.

Para promover esse tipo de jogo em sala de aula, é preciso separar os alunos em quantidades específicas para cada brincadeira. O professor deve conhecer os objetivos para que eles se tornem uma oportunidade de aprimorar o potencial de cada criança. 

Com a classe toda

Muitos livros didáticos têm brincadeiras que envolvem a turma toda. Esse formato é interessante quando o professor vai ensinar um jogo novo, porque é importante que todos os alunos estejam presentes e participem.

Em grupos pequenos

Diferentemente do que ocorre com jogos que envolvem a classe inteira, a criança não precisa esperar muito para entrar na brincadeira quando está em um grupo pequeno.

Nesse formato de jogo, o número de participantes não deve exceder cinco jogadores, mas isso pode depender do jogo escolhido.

Nessa categoria, o professor deve circular pelos grupos para checar se todos entenderam as regras e estão cumprindo tudo direitinho. Também é uma oportunidade para o educador prestar atenção no desenvolvimento das crianças durante as atividades.

Em duplas

Jogos mais competitivos normalmente são em dupla. Nessa situação, é importante que o professor escolha duplas mais homogêneas para que o desafio fique mais equilibrado.

Individuais

Nesse formato de jogo, o objetivo é que cada aluno possa se desafiar em uma tarefa específica. Aqui entram atividades como palavras cruzadas, caça-palavras e quebra- cabeças, que incentivam o raciocínio e a lógica. Jogos dessa categoria também podem ser úteis para desenvolver atenção, paciência, psicomotricidade, entre outras habilidades.

Fonte: Sistema Mackenzie de Ensino.

Já conhece o Sistema de Ensino Mackenzie? Venha nos conhecer!

Este conteúdo foi útil para você?

44040cookie-checkOs jogos podem ajudar a desenvolver a psicomotricidade e o trabalho em equipe entre as crianças

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos