Como elaborar uma boa sequência didática durante o ensino remoto?

Em uma live dos Sistemas de Ensino Mackenzie, Kelly Sacchit, professora e leitora crítica da última edição de materiais dos Sistemas Mackenzie de Ensino (SME), e Analice Muzel, que, além de lecionar, é assessora pedagógica do SME, contam suas experiências em meio a um dos períodos mais desafiadores para as escolas.

Em entrevista concedida à Viviane Lacerda, coordenadora de capacitação pedagógica do SME, as educadoras explicaram de que maneira organizaram aulas que seguem a sequência didática do SME, resumida em quatro etapas: Tema, Análise, Sistematização e Avaliação. Essa sequência didática, que é o parâmetro para o planejamento de aula presencial, continua o sendo, também, para o planejamento de aulas remotas. 

A interface com as crianças ocorreu de 3 formas diferentes: a partir de videoaulas diárias gravadas, 3 lives semanais de 40 minutos com o grupo todo e mais 2 lives por semana, mas com metade do grupo. Foi a partir dos encontros ao vivo que foi possível identificar as dificuldades das crianças.

Entenda como elaborar uma sequência didática significativa de forma remota.

Tema

Conforme explicou Lacerda, o Tema é a fase em que o aluno é instigado a acessar o conteúdo em linguagem comum, de uma maneira que faça sentido para ele. 

Segundo as professoras, proporcionar situações de vivência de forma remota não foi algo fácil, mas, partindo de encenações, de forma atrativa e divertida, as educadoras chamaram atenção para o aluno perceber em seu dia a dia momentos em que lida com conhecimentos matemáticos como soma, adição e análise de gráficos.

Análise

Segundo Lacerda, a Análise é a etapa em que, guiado pelo professor e com base em vivências anteriores, o aluno tem a oportunidade de analisar os seus conhecimentos comuns percebendo a necessidade de ser ensinado sobre novos conhecimentos, para entender cada vez mais e melhor essa realidade em que vive. 

Nessa fase, as educadoras disponibilizaram apresentações a serem acompanhadas pelos estudantes. Interativas, essas apresentações contavam com um passo a passo repleto de áudios, cores e enunciados expostos de forma dinâmica. Nas apresentações, as crianças podiam resolver exercícios de múltipla escolha e tinham acesso a feedbacks programados, como “Tente outra vez” ou “Parabéns, você acertou!”.

Outra ferramenta muito usada nesse processo foi o Padlet. Gratuito, ele costuma ser comum no compartilhamento de murais virtuais colaborativos, acessíveis em versão desktop e mobile.

Criança em frente a computadorDescrição gerada automaticamente com confiança média
As lives são momentos muito importantes para ensino do conteúdo de forma remota. (Fonte: Shutterstock)

Sistematização

A fase da sistematização é aquela em que o aluno organiza mentalmente o conhecimento que lhe foi transmitido e tem a oportunidade de aplicá-lo. Nessa etapa, as professoras usam atividades nos moldes do “Agora é sua vez”, além de jogos diversos. Cada professora acompanhou essas tarefas de uma forma diferente. Algumas receberam materiais no Moodle, por exemplo.

Avaliação

A avaliação, na sequência didática do SME, diz respeito ao momento em que a criança revê seus conhecimentos prévios, e os novos conhecimentos resultantes da interação com o professor e o objeto do conhecimento nas etapas de análise e sistematização, e reflete sobre a importância de aprender mais sobre a realidade criada por Deus.

Muzel conta que, para essa etapa, os bate-papos com as crianças nas lives foi de grande ajuda. Hoje, esses momentos de interação são aqueles de que as professoras mais gostam.

Este conteúdo foi útil para você?

44470cookie-checkComo elaborar uma boa sequência didática durante o ensino remoto?

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos