4 aspectos a se considerar na retomada das aulas presenciais

As escolas precisam auxiliar a comunidade para a retomada de aulas presenciais. “O retorno deve ser escalonado e gradual”, ressalta Márcia Braz, Superintendente de Educação Básica e Ensino Técnico do Mackenzie. 

Cozinha com mesa e cadeirasDescrição gerada automaticamente
Estrutura da sala de aula precisa ser adequada para a retomada de aulas presenciais. (Fonte: Pixabay)

A partir dos marcos regulatórios, em especial do Ministério da Educação e da Sociedade Brasileira de Pediatria, a comunidade escolar deve debater estratégias e ações a serem adotadas para a elaboração de um documento com as diretrizes para a retomada. De forma geral, esse protocolo pode ser dividido entre os aspectos profiláticos, estruturais e pedagógicos.

Confira 4 aspectos a se considerar nessa retomada às aulas presenciais.

Estrutura

O primeiro aspecto a ser observado para a retomada das aulas presenciais é a adequação da estrutura escolar. Não existe uma receita aplicável a todas as situações. Cada comunidade deve considerar os elementos que estão à sua disposição para a realizar uma readequação do espaço escolar.

Os ambientes abertos, como quadras, são os mais indicados para a realização de atividades com a garantia de distanciamento físico. Entretanto, algumas vezes, mesmo esses espaços precisarão de adaptações para receber as aulas, como a colocação de cobertura contra sol e chuva. Condições ideais de conforto, iluminação e acústica também devem ser consideradas.

As atividades externas devem ser equilibradas e alternadas com atividades em espaços mais tradicionais. Por isso, a escola também precisa avaliar seus ambientes internos, como laboratórios, salas de aula e convívio, para verificar quantos professores e alunos cada ambiente pode receber com segurança.

Profilaxia

Os aspectos profiláticos (preventivos) devem ir além do uso de álcool em gel e de máscaras. O documento da Sociedade Brasileira de Pediatria fornece importantes orientações nesse sentido, como higienização frequente de espaços e superfícies e a manutenção de janelas abertas em áreas fechadas para garantir a circulação de ar.

A manutenção de medidas de distanciamento físico na escola é importante, como a redução do número de pessoas no mesmo espaço e ao mesmo tempo, com o espaço mínimo de 1 metro entre os alunos. Inicialmente, o número de alunos por sala deve ser reduzido. As classes podem ser divididas em grupos com rodízio entre atividades presenciais e remotas.

Pedagogia

As equipes escolares precisam adequar seus planos de aula e de ensino ao momento de retorno, sobretudo considerando que o retorno pode ser parcial (talvez seja necessário que os estudantes utilizem o espaço escolar em rodízios). 

Assim, é importante que a aprendizagem nesse tempo de retorno também considere utilização de meios tecnológicos, para auxiliar na interação entre os profissionais da educação e os alunos durante esse tempo de excepcionalidade.

Acolhimento

Depois de um grande período com aulas realizadas remotamente, é recomendável que as escolas desenvolvam projetos de acolhimento para receber professores, funcionários, alunos e seus familiares na retomada das aulas presenciais.

Esse projeto precisa ser elaborado pela equipe de orientação educacional, muitas vezes com a ajuda da capelania, no caso de escolas confessionais. Para além da questão de saúde pública, deve ser dada uma atenção especial para famílias que tiveram perdas materiais (financeiras) e de entes queridos.

Fonte: Sistema Mackenzie de Ensino.

Já conhece o Sistema de Ensino Mackenzie? Venha nos conhecer!

Este conteúdo foi útil para você?

43380cookie-check4 aspectos a se considerar na retomada das aulas presenciais

Cadastre-se na newsletter

E receba conteúdos exclusivos