Se você, por mais conhecedor que seja de determinado assunto, nunca consegue escrever um bom texto, talvez o problema seja apenas uma questão de obedecer a certas regras básicas. Por exemplo, como criar bons resumos ou resenhas se você não sabe o que eles são?

O segredo do sucesso, ao escrever, é saber o que são os tipos e gêneros textuais. Uma vez que consiga diferenciá-los, você será capaz de escrever bons textos mesmo que não seja especialista no tema proposto.

Mas o que é um texto?

(Fonte: Pexels)

Texto é toda e qualquer sentença ou expressão que possa ser convertida em comunicação. Por exemplo: uma placa de trânsito, mesmo que tenha apenas uma imagem, como um semáforo com uma das luzes acesas, o sinal de silêncio feito por alguém que põe o dedo indicador contra os lábios ou um bilhete.

Além da definição de texto, para escrever bem é imprescindível que você saiba o que e quais são os tipos e gêneros textuais.

Tipos textuais

(Fonte: Pexels)

O tipo textual está relacionado à estrutura e às características do texto, o que inclui a forma como ele é escrito e a linguagem utilizada. Esses conjuntos de particularidades usadas para criar um texto se agrupam em tipos textuais.

Quais são os tipos textuais?

Textos narrativos: apresentam uma história com ações de personagens no tempo e no espaço. A estrutura de uma narração tem apresentação, desenvolvimento, clímax e desfecho (conclusão).

Textos descritivos: são textos em que alguém, um lugar, objeto ou acontecimento é apresentado de forma descritiva, ou seja, relatando como são suas características. No caso de pessoas, essas particularidades podem ser físicas e/ou psicológicas. Os textos descritivos têm bastantes adjetivos.

Textos dissertativo-argumentativos: expõem um tema ou assunto por meio de argumentações e sempre defendem um ponto de vista com o uso de dados (informações) que são expostos na terceira pessoa, nunca na primeira. Sua estrutura é composta por introdução, desenvolvimento (argumentos) e conclusão.

Textos dissertativo-expositivos: pretendem expor determinada ideia por meio de recursos como informação, definição, descrição e comparação.

Textos injuntivos: têm instruções de forma a orientar ou guiar o leitor, permitindo sua liberdade de ação.

Textos prescritivos: oferecem instruções de forma a orientar ou guiar o leitor, mas não permitindo sua liberdade de ação.

Alguns autores tratam os textos injuntivos e prescritivos como sinônimos por sua característica principal, que é instruir; por isso também são chamados de textos instrucionais.

Gêneros textuais

(Fonte: Pexels)

O gênero textual está relacionado com as características de cada texto no que se refere à sua finalidade ou função social. Os gêneros são o emprego do texto em situações cotidianas de comunicação. Sendo assim, um texto de determinado gênero pode ser escrito com a aplicação de mais de um tipo textual.

Gêneros textuais pertencentes aos textos narrativos

  • Crônicas
  • Piadas
  • Romances
  • Contos
  • Fábulas
  • Novelas

Gêneros textuais pertencentes aos textos descritivos

  • Diários
  • Relatos de viagem
  • Currículos
  • Folhetos turísticos
  • Classificados

Gêneros textuais pertencentes aos textos argumentativos

  • Resenhas
  • Artigos de opinião
  • Reportagens
  • Manifestos
  • Sermões

Gêneros textuais pertencentes aos textos expositivos

  • Enciclopédias
  • Resumos escolares
  • Reportagens
  • Verbetes de dicionário

Gêneros textuais pertencentes aos textos injuntivos

  • Receitas culinárias
  • Manuais de instruções
  • Tutoriais
  • Bulas de remédio

Gêneros textuais pertencentes aos textos prescritivos

  • Cláusulas contratuais
  • Editais de concursos públicos

Percebeu que o gênero reportagem aparece tanto nos textos argumentativos quanto nos expositivos? Fizemos isso de propósito, já que falamos que um texto de determinado gênero pode ter seu conteúdo escrito em mais de um tipo. Sendo assim, a reportagem jornalística pode usar um texto com conteúdo que apenas informa (expositivo) ou que informa e opina (argumentativo).

Para fixar as ideias...

(Fonte: Unsplash)

Para que as definições de tipo e gênero textual fiquem bem fixadas e esclarecidas, vamos resumir um pouco nossa explicação.

  • Tipo textual: estrutura do conteúdo do texto
  • Gênero textual: função social do texto e seu uso no cotidiano

Quer mais um exemplo? Quando você se despede de um amigo e fala: “Quando chegar em casa, mando uma mensagem no WhatsApp!”. O WhatsApp, nesse caso, é um gênero textual, pois é uma forma de comunicação utilizada no dia a dia; já o texto da mensagem pode ter mais de um tipo textual. Se você disser apenas que chegou, ele será expositivo; se você disser que chegou e contar um fato que ocorreu no meio do caminho, ele poderá ser narrativo.