Depois de concluir a graduação, muitas pessoas ficam na dúvida sobre qual caminho seguir, e continuar os estudos é uma das opções que aparecem. As pós-graduações são ótimos investimentos para a carreira e podem ser especializações, MBAs, mestrados ou doutorados. Os dois primeiros tendem a ser mais profissionalizantes e ajudam a preparar o profissional para o mercado de trabalho; os dois últimos são muito interessantes para quem busca seguir a carreira acadêmica como professor ou pesquisador.

(Fonte:Giphy)

O foco aqui serão as especializações, em especial aquelas que são possíveis no exterior. Que tal conferir quais países são uma boa opção para expandir seus horizontes?

Para começar, é importante definir bem seus objetivos e qual caminho seguir.

Dicas para uma especialização internacional

(Fonte:Giphy)

É importante entender em que momento da vida está — se você está lendo este artigo, provavelmente está quase decidindo pela especialização. Esse estilo de pós-graduação, como o próprio nome já diz, deve tornar você um especialista em uma área, então defina bem o que pretende aprender no curso.

Pesquise países e instituições e descubra quais delas são as melhores e se oferecem os cursos que você está buscando. Dê uma checada em preços de mensalidade, moradia, alimentação e custo de vida em geral na cidade. É importante conferir também quais são os requisitos exigidos pela universidade, já que é comum pedirem proficiência em línguas estrangeiras.

Por fim, planeje bem sua candidatura, buscando deixar seu perfil o mais próximo possível da universidade desejada. Não se esqueça de que os semestres europeus começam em setembro ou outubro e se prepare para iniciar os programas de aplicação no primeiro trimestre do ano.

Países para intercâmbio

Para conseguir definir a sua preparação, é preciso saber para onde vai. É muito importante entender os costumes e as características climáticas da região, por exemplo, então confira algumas opções do Velho Continente, encontre aquela que é mais a sua cara e se prepare.

Portugal

"Pois bem, meu amigo!". Portugal é um dos países mais confortáveis para os brasileiros, uma ótima opção para quem não tem muita aptidão para línguas estrangeiras e não quer fugir da cultura brasileira. No país, as especializações podem se assemelhar aos cursos livres e de extensão do Brasil, até porque variam muito na duração, que vai de 6 meses até 2 anos de estudos.

(Fonte: Pixabay)

Espanha

"¡Que pasa, mi amigo!". A Espanha é a opção certa para quem quer se sentir confortável e aproveitar uma nova cultura. Isso porque o espanhol se aproxima muito do português no idioma e na cultura, com um povo muito comunicativo.

As pós-graduações mais famosas são as maestrias, que equivalem em nome aos mestrados e têm um enfoque mais prático e profissional, aproximando-se mais das especializações e fugindo daquela ideia acadêmica dos mestrados brasileiros. São uma boa opção para conseguir uma forte articulação no mercado.

(Fonte: Pixabay)

França

"Très bien, mon ami!". A França é uma escolha certeira para quem tem um forte interesse por filosofia, ciências sociais e políticas e oferece uma das faculdades mais conceituadas e antigas do mundo, a Universidade de Sorbonne.

O país segue a linha de pós-graduação com mestrados profissionais europeus, mas também tem a opção de mestrados de pesquisa. A ótima notícia fica por conta do número de bolsas de estudos, visto que existem aproximadamente 200 programas por lá.

(Fonte: Pixabay)

Alemanha

"Sehr gut, mein freund!". Calma, não se assuste. Você não precisa falar alemão para estudar no país, pois a Alemanha é uma das nações que mais oferece cursos 100% em inglês no ensino superior (confira a lista no site do Deutscher Akademischer Austauschdienst, o Serviço de Intercâmbio Acadêmico Alemão). Porém, vale o esforço para aprender o básico da língua e ter uma experiência ainda mais completa.

O país segue a linha de mestrado que pode ser focado mais no âmbito profissional, aproximando-se da ideia brasileira de especialização, ou na área da pesquisa, mais no estilo de mestrado do Brasil.

(Fonte: Pixabay)

Confira mais dicas para potencializar sua carreira!