A dúvida é pertinente: administração ou engenharia de produção? O primeiro passo, antes de escolher o curso, é entender que não se trata de qual carreira é a melhor, mas de qual profissão combina mais com você. Ambas são áreas ligadas à gestão e têm muitas características em comum, mas nosso foco aqui é apontar suas diferenças. Se a engenharia de produção apresenta a maior parte do seu currículo dedicada às ciências exatas, a administração, vinda das ciências humanas, foca disciplinas e temas de gestão.

(Fonte: Giphy)

Uma coisa importante de se ter em mente é que o engenheiro de produção trabalha para a otimização do processo e o administrador, para seu gerenciamento; parecem a mesma coisa, mas não são. Um administrador não consegue suprir em sua totalidade as necessidades de quem precisa de um engenheiro de produção, por exemplo, mas no mercado de trabalho é comum que o engenheiro de produção substitua o administrador.

O que diferencia a engenharia de produção da administração?

O administrador se volta para o gerenciamento — estruturar e manter funcionando — dos recursos, como pessoas, finanças e produtos, com um olhar de dentro em uma perspectiva de imersão. Já o engenheiro de produção foca como esses recursos podem desempenhar melhor, propondo ajustes estratégicos sob um olhar mais distante e externo.

Para sermos mais práticos, o profissional de administração é responsável por tarefas pilares da estrutura de uma empresa, como contratação dos melhores funcionários e planejamento de carreiras, salários e benefícios. O profissional de engenharia de produção precisa ser capaz de otimizar os processos produtivos (ou seja, analisar a estrutura em operação) de forma estratégica e tirar máxima eficiência de operações com os mesmos ou menos materiais e pessoas para que a empresa seja capaz de lucrar mais ou gastar menos.

Rica em conhecimentos teóricos das disciplinas de Física, Química e Matemática, a engenharia de produção também costuma incluir conhecimentos técnicos, ainda que em menor quantidade em relação às outras engenharias. Porém, o profissional é apresentado a conhecimentos básicos em todos os setores da indústria; isso implica que, para trabalhar em uma fabricante de equipamentos eletrônicos, o engenheiro de produção tenha conhecimento básico sobre eletrônica e o que está produzindo, pois analisará e julgará se o processo é rentável e está dentro dos padrões de qualidade.

Longe dessas disciplinas, a administração leva o profissional a trabalhar em determinadas áreas, mais próximo das pessoas e de tomadas diárias de decisão sobre recursos. Se na engenharia de produção o enfoque é maior nos processos produtivos, na administração o campo é mais abrangente e inclui recursos humanos, finanças, vendas e outros.

O curso de Administração é o que permite dominar ferramentas essenciais do mundo corporativo, como gestão, negociação, comunicação, liderança de equipes e outras metodologias empresariais.

Engenharia de Produção

Duração do curso: 5 anos

Área acadêmica: ciências exatas

Disciplinas: Cálculos, Matemática, Física, Gestão de Projetos, Gestão de Qualidade e de Processos, Desenvolvimento de Produto, Projeto de Fábrica, Ergonomia, Informática, Logística, Química, Recursos Humanos, Contabilidade e Engenharia Econômica.

Administração

Duração do curso: 4 anos

Área acadêmica: ciências humanas

Disciplinas: Comunicação, Contabilidade, Economia, Empreendedorismo, Gestão (de Pessoas, Comercial, de Vendas, Financeira e outras), Marketing, Matemática e Sociologia

Conclusão

Se você escolher a engenharia de produção, seus próximos 5 anos se passarão nas ciências exatas e nos estudos para obter também uma base técnica. Se escolher a administração, seus próximos 4 anos serão na área das ciências humanas, com alta carga de disciplinas como Economia, Direito, Psicologia e Sociologia.

Para não ter mais dúvidas: a engenharia de produção usa mais os métodos quantitativos, e a administração usa mais os métodos qualitativos. Podemos dizer, também, que a engenharia de produção é focada em projetos e conhecimento técnico e seu profissional é capaz de projetar toda uma linha de produção ou criar um sistema logístico de sucesso. A administração o levará a se aprofundar em recursos humanos, finanças, produção ou até marketing.