Antes de escolher em qual universidade prestar o vestibular, há uma dúvida ainda mais geral do que qual será o curso selecionado: definir em qual campo do conhecimento estarão os estudos — exatas, humanas ou biológicas.

Conhecer cada uma das áreas pode ajudar a determinar o curso, além de definir quais serão as habilidades necessárias e quais desafios esperam o estudante na graduação. A seguir, entenda melhor as diferenças e conheça a fundo cada um dos setores.

Humanas

As ciências humanas são mais variadas do que muitos imaginam. De modo geral, elas estudam o comportamento e a relação do ser humano com o ambiente, a sociedade e as pessoas. Seu objetivo é compreender padrões, criar reflexões e produzir muito conhecimento.

Como pré-requisitos, o estudante precisa ter gosto pela leitura e curiosidade pelo funcionamento da sociedade, além de apresentar um pensamento crítico e analítico.

(Fonte: Giphy)

cursos de humanas para todos os gostos nas faculdades. Disciplinas mais tradicionais, como História, Sociologia, Letras e Ciências Sociais são mais voltadas para a área acadêmica, formando professores ou pesquisadores, porém muitas graduações têm foco no mercado, como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Design, Administração e Direito.

Exatas

O setor de ciências exatas é baseado em resultados obtidos a partir de modelos predefinidos, raciocínio lógico e cálculo, com várias ramificações para diferentes especialidades.

Quer estudar em um desses cursos? É recomendado que você tenha facilidade em lidar com números ou equipamentos eletrônicos, dependendo da área desejada, além de muita concentração.

(Fonte: Giphy)

Os cursos ofertados em exatas envolvem engenharias, Ciência da Computação, Física, Química, Matemática, Arquitetura, Sistemas de Informação e muitos outros.

Biológicas

O setor de ciências biológicas trata de forma geral ou específica sobre o funcionamento do meio ambiente. Os cursos envolvem estudos detalhados dos seres vivos como um todo, desde plantas até animais, passando pelo ser humano. Isso envolve entender o funcionamento de partes do corpo e suas funções e até a pesquisa de células e o desenvolvimento de medicamentos.

Os estudantes precisam ter muita paciência para acompanhar experimentos, que são muitos nesse setor, além de passar muito tempo em pesquisas de campo ou nos laboratórios.

(Fonte: Giphy)

Só para citar alguns exemplos, enquadram-se nessa explicação Medicina, Medicina Veterinária, Educação Física, Biologia, Biomedicina, Fisioterapia e Farmácia.

Hora de escolher

É preciso ter em mente que você não lidará apenas com leituras em humanas ou com cálculos matemáticos em exatas. Estudos em comunicação podem envolver estatística, por exemplo, enquanto o setor de biológicas exige muito estudo antes de experimentos. Essa mistura também pode acontecer no mercado de trabalho, então ter algum conhecimento em outro setor pode ser um diferencial na contratação.

Agora que você conhece as principais diferenças entre ciências humanas, exatas e biológicas, reflita e escolha qual área mais tem a ver com você e abriga o curso desejado. A partir daí, pesquise um pouco mais sobre o setor e mergulhe de cabeça nos estudos para arrasar no vestibular e começar o tão sonhado curso.

Gostou desse conteúdo? Entenda como funciona o vestibular do Mackenzie