A cultura DevOps está aumentando a competitividade das áreas de tecnologia da informação nas empresas. Com princípios como comunicação e colaboração, essa nova frente afeta diretamente a estrutura de TI das companhias e proporciona o desenvolvimento ágil de produtos para um atendimento mais eficiente e veloz aos clientes.

Integração entre equipes de desenvolvimento e infraestrutura é um dos princípios da cultura DevOps. (Fonte: Pixabay)
Integração entre equipes de desenvolvimento e infraestrutura é um dos princípios da cultura DevOps. (Fonte: Pixabay)

Essa cultura proporciona um ambiente organizacional com entrega de produtos de forma contínua e automatizada, integrada e sinérgica, facilitando processos internos com compartilhamento de responsabilidades, confiança no trabalho em equipe, respeito pessoal e profissional.

Especialização em DevOps

(Fonte: Giphy)

De olho nesse mercado, a Universidade Presbiteriana Mackenzie oferece o curso de pós-graduação lato sensu DevOps Engineering and Cloud Solutions, para quem quer se aprofundar na área. A especialização proporciona conhecimentos e experiências práticas em pipelines de automação do ciclo de vida do produto e engloba temas como Métodos Ágeis e Engenharia Ágil de Software, Cloud Native Solutions e Site Reliability Engineer (SRE).

Leia mais sobre mercado e carreira

O objetivo central das aulas é habilitar um novo mindset nos profissionais, ajudando-os a entenderem a importância das ferramentas de DevOps para garantir a agilidade e eficiência dos processos organizacionais em TI. O curso também aborda arquitetura de microsserviços, práticas de Continuous Integration and Continuous Delivery e fundamentos de Cloud Computing.

A pós-graduação ajuda o aluno a compreender e utilizar os melhores provedores públicos de Cloud, planejar e criar a infraestrutura como um código, além de se preocupar com a segurança de dados nas aplicações em nuvem e aprender o uso prático e moderno de engenharia de confiabilidade.

Cultura DevOps

(Fonte: Giphy)

A cultura DevOps surgiu com o objetivo de compartilhar experiências para integrar desenvolvedores e administradores de sistemas e encontrar soluções capazes de superar os problemas culturais de TI em diferentes tipos de organizações. Para a aplicação da ferramenta, são utilizados quatro eixos fundamentais: cultura, automação, avaliação e compartilhamento.

Em um ambiente padronizado e com controle contínuo, o conceito integra os setores de infraestrutura e desenvolvimento para melhorar o ambiente de desenvolvimento e produção. Isso proporciona maior organização e comunicação da equipe, o que possibilita processos mais eficientes e rápidos.

Com isso, o fluxo das atividades nas empresas acontece de forma contínua, com menor tempo de paradas por conta de incidentes e conflitos internos. Além de reduzir custos e riscos, a solução aumenta a estabilidade e o desempenho de suas entregas e, dessa forma, amplia o valor do negócio.

Aplicação prática

A cultura DevOps pode ser aplicada em qualquer tipo de empresa ou instituição, entretanto a implementação da ferramenta deve observar os diferentes ambientes corporativos. A estrutura organizacional e a cultura da empresa são elementos essenciais que podem ajudar ou dificultar a implantação do método, e a solução é mais facilmente aplicada em startups, onde esse movimento foi iniciado. Em grandes corporações, o impacto da aplicação da ferramenta pode ser maior.

Fonte: Mackenzie e Instruct.

Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós graduação no Mackenzie