Saiba como vai funcionar o vestibular do Mackenzie

De acordo com Thomas Foster, ex-professor de Literatura e autor do livro How to read poetry like a professor (Como ler poesia como um professor, em tradução livre), a poesia é um experimento com a linguagem, como se fosse um laboratório. Então, quando um poeta trata algum assunto, busca fazer isso de um jeito diferente e único, que desperte a imaginação do leitor. É diferente de outros gêneros textuais, que falam de uma maneira mais literal.

Tudo o que você precisa saber sobre o texto descritivo

Foster explica que a poesia realmente não é feita para ser simples e exige um pouco mais de imaginação para captar a mensagem. Isso talvez explique por que muitos estudantes têm dificuldade com essa forma de expressão. Mas é possível aplicar algumas técnicas para entender melhor o que os autores querem dizer e, pelo menos, sair-se bem nas provas. Confira algumas delas.

(Fonte: Giphy)

1. O que está por trás das questões?

Fonte: Giphy
(Fonte: Giphy)

Quando você ler um poema ou um trecho em uma prova, pense em que tipo de conhecimento estão tentando testar com aquela questão. Muitas vezes, os professores — ou os organizadores do vestibular — querem avaliar seu conhecimento sobre os movimentos literários ou gêneros textuais. Então, é bem importante ter essa bagagem das aulas de Literatura em mente para decifrar.

Gêneros textuais: tudo sobre o texto dissertativo-argumentativo

Além disso, sabendo a qual movimento literário o autor pertence, você tem mais pistas para tentar interpretar o que ele quis dizer. Afinal, um poeta romântico usa as palavras de uma forma muito diferente dos contemporâneos, por exemplo.

2. Leia mais de uma vez

Fonte: Giphy
(Fonte: Giphy)

Foster explica que "ler é reler, e isso é especialmente verdadeiro com os poemas", então não se cobre se não entender um poema de cara, pois isso é perfeitamente normal. Já que os poemas costumam ser mais curtos que outros tipos de texto, você pode ler várias vezes para compreendê-los.

Literatura para o vestibular: vanguardas europeias

Na primeira leitura, não tente fazer interpretações e se prenda apenas ao significado das palavras que estão no papel. Também é importante prestar atenção às pontuações. Depois da leitura literal, comece a extrair outros significados do poema, o que nos leva ao próximo item da lista.

3. Abra sua mente

Fonte: Giphy
(Fonte: Giphy)

Muitas vezes, o primeiro passo para compreender uma poesia é se conectar com seus sentimentos e entender o que ela desperta em você. Colocar-se no lugar do autor e pensar no que ele estava sentindo quando escreveu o poema também é um exercício interessante.

Além disso, como explica uma reportagem da revista Nova Escola, os poemas costumam ter muitas figuras de linguagem, principalmente metáforas. Então, depois da primeira leitura literal, o que você precisa fazer é justamente o contrário: buscar os sentidos figurativos de cada frase.

Substantivo, adjetivo e artigo: o que são essas classes gramaticais

Outra dica interessante é ler o poema em voz alta, afinal a sonoridade das palavras e frases tem muita importância nesse gênero. Analise as rimas, observe se há alguma palavra ou estrutura que se repete ao longo da obra e faça anotações. Se mesmo assim você não conseguir compreender, converse com seu professor de Literatura ou com algum amigo mais ligado no assunto. Poesia não é uma ciência exata, e podem existir várias interpretações para uma mesma obra.

Terminando com o mesmo autor que usamos para iniciar o texto, Thomas Foster: "poemas não são apenas sobre palavras, são sobre o jeito que a imaginação se expressa e o jeito que outra imaginação recebe aquela mensagem".

Fonte: Universia, Nova Escola, The Guardian.