A proposta educacional de uma escola ou de um sistema de ensino é elaborada a partir dos valores e da visão de mundo de uma instituição de ensino, aplicados ao processo de ensino-aprendizagem. Para ter sucesso, o projeto educacional precisa do entendimento e do alinhamento entre todos aqueles que fazem parte da comunidade escolar. Os gestores, aliás, devem se certificar do entendimento dos professores a respeito da proposta educacional da escola, uma vez que os docentes estão na linha de frente do processo, em contato direto com os alunos, colocando essa proposta em prática.

Para que os docentes possam alinhar sua prática à visão da instituição, é importante que eles compreendam o modelo pedagógico decorrente dessa proposta educacional, de modo a aplicar corretamente as metodologias de ensino-aprendizagem, a partir do uso do material didático.

Os Sistemas de Ensino Mackenzie possuem um conceito de educação: a educação escolar cristã. Assim, entendemos que o processo de ensino-aprendizagem lida com os dados da realidade que são sempre interpretados à luz de uma base significativa que, no caso dos sistemas, é a visão de mundo cristã. Essa visão de ensino-aprendizagem conceitualmente nos aproxima da promoção de uma aprendizagem significativa.

Aprendizagem significativa

Conteúdos devem ser trabalhados a partir da realidade cotidiana dos alunos. (Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

O conceito de aprendizagem significativa adotado pelos Sistemas de Ensino Mackenzie, nos levou a desenvolver uma sequência didática organizada em quatro etapas essenciais: tema, análise, sistematização e avaliação. Seguindo essas etapas, o professor pode planejar suas as aulas, refletindo sobre as estratégias a serem utilizadas para trabalhar o conteúdo pedagógico em cada uma delas.

Tema

Nessa etapa, conhecida como tema, o aluno deve ter um contato com o conteúdo que estudará naquele bimestre ou trimestre, com uma interação mais imediata e próxima de sua realidade. Deve motivar, em sala de aula, um momento de conversa do professor com o aluno para contextualização e levantamento de conhecimentos prévios.

Análise

Após a contextualização do conteúdo, o aluno é direcionado pelo professor a estabelecer ligações entre o tema trabalhado na sala de aula e situações de análise desse conhecimento prévio.

A linguagem comum é a que todos nós temos de interação mais imediata com a realidade a nossa volta. Após alcançar essa percepção primeira da realidade que o professor contextualizou, o aluno tem, agora, condição de, guiado pelo professor, estabelecer uma relação entre a parte que ele sabe e um todo que o professor começa a ensiná lo. Essa etapa, que chamamos de análise, de estabelecimento de relação entre a parte e o todo, acontece por indução e dedução.

Sistematização

A partir do contexto estabelecido no tema e das relações estabelecidas com novos conhecimentos por meio da análise, o aluno se torna capaz, com a orientação do professor, de reunir e organizar os conhecimentos adquiridos nesse processo em um sistema hierarquizado de conceitos.

Esse processo, que chamamos de sistematização, é importante para que o estudante registre os conceitos aprendidos ao longo do processo de ensino e aprendizagem e possa fixar a compreensão deles; assim, o que foi aprendido pode ser resgatado da memória de forma mais rápida, servindo como base para novos aprendizados.

Avaliação

Depois de ter os conceitos compreendidos e sistematizados, é importante que o aluno reflita sobre como os novos conhecimentos sistematizados agregam ao seu entendimento do mundo; o quanto são valiosos porque aumentam sua compreensão da realidade. Nessa etapa, chamada de avaliação, é necessário que ele seja levado a pensar como a primeira percepção acerca de determinado tema muda depois de ter analisado essa questão e sistematizado novos conhecimentos a respeito dela.

Após compreender cada uma dessas etapas, o professor deverá planejar sua aula, levando em conta os conceitos trazidos no material didático, a fim de promover a aprendizagem significativa de seus alunos. Tendo em mente suas habilidades docentes e o conhecimento da realidade de sua escola, o professor deve pensar nas melhores estratégias para contextualizar o conteúdo a ser apresentado (tema), para induzir os alunos à análise, para realizar a sistematização e, por fim, para propor a avaliação.

Fonte: Sistema Mackenzie de Ensino na Prática.