Cada formação universitária abre um leque de possibilidades no mercado de trabalho para quem se forma, e não é diferente para o campo de Ciência da Computação. Existem diversos caminhos, e você pode começar a trilhá-los desde a faculdade ou defini-los posteriormente em cursos de especialização e pós-graduação.

Caso você esteja pensando em prestar vestibular para a área ou já esteja cursando e em dúvida de qual rumo tomar, confira abaixo algumas das oportunidades que a Ciência da Computação pode oferecer.

Suporte técnico

(Fonte: Giphy)

Para que qualquer empresa que trabalhe com Tecnologia da Informação funcione bem, é necessário que haja um suporte técnico com profissionais capazes de resolver problemas em softwares, hardwares e sistemas. É uma boa área para quem gosta de posições de liderança e de solucionar problemas.

Embora muitas dessas funções possam ser desempenhadas por tecnólogos, um profissional formado em Ciência da Computação poderá treinar, capacitar e liderar a equipe de suporte técnico, além de planejar cronogramas de manutenção, buscar atualizações para os programas e equipamentos, entre outras atribuições de gerenciamento.

Análise de sistemas

(Fonte: Giphy)

O profissional analista de sistemas tem como função compreender as estruturas e funcionalidades de um sistema a fim de encontrar caminhos que façam com que as informações sejam processadas da forma mais eficiente possível.

Ele trabalhará ao lado de desenvolvedores e profissionais de segurança, acompanhando todo o projeto, desde sua criação até a fase de testes, implementação e manutenção. Desse modo, poderá avaliar e garantir a confiabilidade e a funcionalidade do sistema para o usuário final. O perfil de um analista de sistemas deve ser altamente racional e lógico.

Desenvolvimento

(Fonte: Giphy)

Uma das áreas mais em voga dentro da Ciência da Computação, o desenvolvimento tem suas próprias subdivisões. Existem desenvolvedores de sistemas, de softwares, de jogos, mobile etc. Enfim, são várias as possibilidades para se identificar e escolher.

Os profissionais de desenvolvimento trabalham com técnicas e linguagens de programação para criar e aperfeiçoar produtos que sejam funcionais, seguros e garantam uma ótima experiência aos usuários. Um desenvolvedor pode criar desde uma simples página na web até um software que controla produções industriais. Lógica e criatividade devem compor o perfil de um bom desenvolvedor.

Segurança da informação

(Fonte: Giphy)

Em um mundo cada vez mais digital, a segurança de dados é muitíssimo valorizada. Os profissionais da segurança da informação trabalham para criar novos meios de garantir que os dados pessoais da população geral, de instituições públicas e de empresas privadas não caiam em mãos erradas.

Nessa área, os profissionais devem assegurar que os sistemas e softwares estejam protegidos contra ataques e invasões; criar etapas de autenticação e identificação de usuários; garantir que dados não sejam alterados ou manipulados, entre outras funções. O perfil de alguém dessa área deve ser responsável e em busca de desafios.

Pesquisa e docência

(Fonte: Giphy)

Caso você se identifique com a vida acadêmica, a área de pesquisa e/ou docência podem ser bons caminhos. Seguindo na universidade em pós-graduação, mestrado e doutorado, é possível explorar temas que sejam de seu interesse em suas pesquisas. Posteriormente, o conhecimento adquirido pode então ser aplicado ao lecionar e formar os novos profissionais da área.

Para seguir nesse rumo, é necessário ter um perfil mais didático e paciente, pois, independentemente da vontade de se tornar docente, é preciso lidar com alunos e professores no ambiente de pesquisa.

Independentemente da área escolhida, o mais importante para alguém que decida cursar Ciência da Computação é ser apaixonado por Tecnologia da Informação, buscando sempre novos conhecimentos e atualizações. E você, se identificou com alguma dessas áreas?

Se interessou pela área? Leia mais sobre o curso de Ciência da Computação!