A criatividade, diferente do que muitos pensam, não é um dom dado a apenas  algumas pessoas iluminadas com a capacidade de gerar novas ideias e pensar de forma diferentes das demais, mas sim uma característica da natureza humana presente em todos nós.

É comum, no entanto, haver dificuldades para conseguir criar, especialmente sob pressão nos estudos ou no trabalho, com a alegação de falta de criatividade. Na verdade, essa é uma habilidade que, assim como surfar, dirigir ou andar de bicicleta, exige treinamento para ser aperfeiçoada.

Apesar de a criatividade se manifestar de diferentes formas, existem algumas atividades que comprovadamente funcionam para dar uma refrescada no cérebro e estimular o pensamento criativo.

1. Faça exercícios físicos

Fonte: Giphy

A primeira dica não tem a ver com alguma atividade geralmente relacionada à criatividade, porém pesquisas já mostraram que a prática de exercícios físicos ajuda a sair do pensamento dominante do cérebro esquerdo e adotar uma mentalidade mais criativa.

Mexer o corpo também melhora a circulação do sangue e a oxigenação do cérebro, o que aguça a clareza mental. Por isso, quando estiver tendo dificuldades para ter novas ideias, saia para fazer uma caminhada pela cidade, dance ao som das suas músicas favoritas, vá para a academia ou marque de jogar futebol com os amigos.

A mudança de ambiente e o relaxamento do corpo podem fazer com que a sua mente trabalhe de forma mais eficaz.

2. Desenhe, escreva, crie!

Fonte: Giphy

Muitos dos nossos pensamentos criativos nem chegam a sair da nossa cabeça por medo de julgamento. Uma forma de liberar a criatividade em um ambiente seguro é reservar um tempo todos os dias para desenhar, escrever, criar narrativas ou fazer pinturas em um caderno que pode ser levado na bolsa ou na mochila, por exemplo.

Tente se desprender do perfeccionismo e faça atividades sem medo de errar, sem se preocupar com o resultado. Deixe a sua imaginação fluir e realize aquilo que mais lhe dá prazer. Com o treinamento e tempo, os seus rascunhos se tornarão cada vez melhores e poderão dar novas ideias para os problemas que você tem que resolver.

3. Leia livros, veja filmes, ouça podcasts

Fonte: Giphy

As ideias criativas não são nada mais do que uma forma nova de pensar coisas que já existem. Por isso, quanto mais referências você tiver no seu cérebro, mais fácil será fazer conexões inusitadas entre elas e dar luz a algo novo.

Aproveite o seu tempo livre para ler romances ou biografias, ver filmes, ouvir podcasts e manter a sua curiosidade aguçada. Adote a mentalidade de um estudante que está sempre aprendendo.

4. Faça cursos

Fonte: Giphy

Sair da sua zona de conforto pode ser transformador para a criatividade. Existem várias comunidades e institutos que oferecem cursos livres nas mais diversas áreas, de marcenaria a programação, passando por cursos de idiomas, de instrumentos musicais e culinária. Desenvolver um novo hobby que não tenha a ver com a sua ocupação profissional pode gerar novos insights.

5. Abrace o tédio

Fonte: Giphy

Sim, isso envolve deixar o smartphone de lado por um tempo. Manter-se informado e consumir conteúdo é bom, mas também é uma atividade passiva em que você recebe estímulos sem criar ou interagir com nada. Fazer uma pausa e ter um momento de tédio pode ajudar a relaxar e fazer pensar com mais clareza.

Ainda não sabe qual profissão seguir? Acesse nosso guia de profissões 360!