Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

Você tem uma grande ideia há muito tempo, mas não encontra o momento ideal para colocá-la em prática? Preste atenção a esta dica: não fique esperando que essa hora chegue. Movimente-se o quanto antes! Mas não se entregue a gestos impulsivos, pois empreender demanda muito planejamento, cautela e organização. Por isso, confira sete técnicas para tirar suas propostas do papel e obter sucesso com elas.

Defina seus produtos e serviços

(Fonte: Giphy)

O passo fundamental para colocar uma ideia em prática e começar a empreender é defini-la muito bem. Afinal, nenhum negócio vai ter sucesso se o próprio criador não souber exatamente o que pretende oferecer ao público. Faça um detalhamento dos produtos e serviços para os quais o empreendimento estará voltado e monte um portfólio com as características gerais e específicas do que será oferecido a clientes e investidores.

Pesquise o mercado

(Fonte: Giphy)

Além de entender exatamente os produtos e serviços do negócio, é preciso avaliar de que modo eles já estão sendo ofertado por outras empresas do mesmo ramo. Ainda que a sua ideia de empreendimento seja pioneira, é bem possível que outras pessoas já estejam explorando o mesmo mercado, mas de uma forma diferente. É essencial conhecer esses modelos de negócio tanto para se inspirar e ter outras ideias quanto para oferecer algo diferenciado, que pode convidar pessoas a buscarem sua empresa em detrimento de outras.

Converse com alguém

(Fonte: Giphy)

Uma boa maneira de melhorar um projeto e torná-lo mais fácil de ser posto em prática é discuti-lo com outros, como um parceiro de negócios. Ao apresentar sua ideia a outras pessoas, é possível que você tenha novos insights e corrija erros que somente alguém com uma visão externa pode apontar.

Monte um plano de negócios

(Fonte: Giphy)

Qualquer negócio saudável precisa ser muito bem planejado, afinal é necessário saber aonde se quer ir com a empresa; nesse sentido, ter um plano de negócios, com projeções e objetivos, servirá como um norte. É preciso incluir também o modelo e os custos do negócio: saber quanto você vai precisar investir é tão importante quanto definir quanto você receberá de lucro.

Profissionalize-se ainda mais

(Fonte: Giphy)

Bons negócios demandam pessoas competentes e bem preparadas tanto nos bastidores quanto na "linha de frente", por isso é importante buscar uma boa formação, seja uma pós-graduação, sejam em cursos que possam auxiliar o gerenciamento da empresa. Há vários workshops voltados a finanças, marketing e ferramentas gerais essenciais para um bom gerente.

Formalize-se

(Fonte: Giphy)

Um possível erro de quem começa a empreender é deixar o negócio sem as devidas formalizações, tornando tudo um pouco mais pessoal do que profissional. Lembre-se: a sua empresa é uma pessoa jurídica e você precisa considerá-la como tal. Conheça a legislação, esteja em dia com toda a documentação e registre sua marca. Contratar serviços de contadores e advogados ajuda bastante, já que são preparados para lidar com toda a burocracia necessária.

Procure apoio na área

(Fonte: Giphy)

Receber apoio no desenvolvimento da empresa pode fazer toda a diferença, principalmente se isso vier de profissionais e organizações com conhecimento técnico para tanto. Uma forma de conseguir isso é por meio das incubadoras, espaços voltados justamente para esse tipo de suporte. Assim, é possível receber consultoria jurídica, financeira e de mercado de forma especializada. A Incubadora de Empresas Mackenzie é um exemplo de um desses ambientes de apoio.

Conhece alguém que precisa de um empurrão para finalmente tirar uma ideia do papel? Compartilhe este texto.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie