Quer potencializar sua carreira? Comece uma pós-graduação no Mackenzie

Você sempre gostou muito mais das aulas de Educação Física do que de qualquer outra matéria? Muitas pessoas que gostam de esportes ficam em dúvida na hora de escolher uma profissão, refletindo se é possível conciliar essa paixão com a carreira. A boa notícia é que isso é possível.

A primeira opção de muitas pessoas é ser atleta profissional, claro, mas ela não é a única. Então, que tal conhecer outras cinco profissões para quem ama esportes?

1. Educação Física

Esses cachorrinhos já estão no ritmo! (Fonte: Tenor)
(Fonte: Tenor)

O que faz: o objetivo do profissional da Educação Física é promover a saúde e o bem-estar por meio das atividades físicas, zelando pela prática correta dos exercícios.

Quem faz esse curso tem matérias de Ciências Biológicas para aprender como o corpo humano se comporta nos exercícios, além de disciplinas sobre vários esportes e algumas matérias de Ciências Humanas, como Psicologia do Esporte.

Onde pode atuar: O campo da Educação Física é muito vasto, começando pelas possibilidades mais conhecidas, que incluem ser professor dessa matéria em escolas (licenciatura), instrutor em academias ou personal trainer.

Porém, além disso, pode-se trabalhar em clubes, integrando as comissões técnicas que preparam as equipes, e em espaços de lazer, auxiliando em atividades de recreação, entre várias outras opções.

2. Fisioterapia

O que faz: o fisioterapeuta tem por objetivo manter (ou restabelecer) a completa capacidade funcional e os movimentos das pessoas. Por isso, são profissionais essenciais em qualquer esporte, prevenindo e tratando as lesões de atletas, com várias técnicas aprendidas no curso.

Onde pode atuar: fisioterapeutas esportivos podem trabalhar em clubes ou como autônomos, auxiliando não apenas atletas profissionais, mas também amadores.

Fisioterapeutas usam várias técnicas para cuidar de lesões (Fonte: Gfycat)
Fisioterapeutas usam várias técnicas para cuidar de lesões. (Fonte: Gfycat)

3. Comunicação Social

O que faz: quem estuda Comunicação Social se torna especialista em transmitir informações de forma mais eficiente, em várias mídias. Dentro da área, há várias profissões, como jornalismo, publicidade, relações públicas ou rádio e TV — que são diferentes habilitações do curso dessa área.

Onde pode atuar: o esporte não seria a mesma coisa sem a cobertura jornalística que nos permite acompanhá-lo, não é mesmo? Dentro disso, você pode trabalhar em redes de TV, jornais ou em canais independentes na internet, que crescem cada vez mais.

Estudando publicidade, é possível atuar em empresas de marketing esportivo, criando campanhas e eventos relacionados ao mundo das competições. No segmento de relações públicas, você pode ser responsável pela imagem de clubes e entidades esportivas.

Trabalhar com comunicação nos esportes é garantia de fortes emoções (Fonte: Gfycat)
(Fonte: Gfycat)

4. Estatística

O que faz: quem acompanha esportes sabe que os números dizem muito sobre atletas e times, em especial, nos esportes de alto desempenho.

Profissionais de estatística são responsáveis por coletar, analisar e — mais importante — interpretar os dados sobre desempenho de atletas. Dessa forma, trazem informações essenciais para conduzir as equipes à vitória. Para seguir essa carreira, é indispensável gostar de matemática e raciocínio lógico.

Onde pode atuar: a maioria dos clubes profissionais, em qualquer modalidade esportiva, tem profissionais de estatística em suas comissões técnicas.

Cálculos são muito importantes para os esportes (Fonte: Tenor)
(Fonte: Tenor)

5. Direito

O que faz: Direito, geralmente, não é a primeira carreira em que as pessoas apaixonadas por esporte pensam. No entanto, o ramo do direito desportivo é muito importante, auxiliando no cumprimento das regras dos esportes, por exemplo em casos de doping, disputas de direitos de imagem, relações trabalhistas entre atletas e clubes e vários outros tipos de caso.

Onde pode atuar: representando clubes e atletas, além de escritórios especializados na área ou cortes de justiça desportiva.

(Fonte: Tenor)

Além dessas cinco profissões sugeridas, você também pode cursar Medicina (especializando-se em medicina do esporte), Nutrição, Psicologia e várias outras carreiras que são essenciais para atletas e times. Assim, de uma maneira ou outra, você poderá trabalhar com aquilo que mais gosta.

Fonte: Guia do Estudante, Guia da Carreira, Sports Job e Hight Talent Sports.

Conheça mais sobre os cursos de pós-graduação do Mackenzie