Saiba como vai funcionar o vestibular do Mackenzie

A tecnologia tem reduzido fronteiras, promovido amplas trocas culturais e ajudado a disseminar perspectivas diversas que atravessam espaços territoriais e simbólicos. Em meio a esse fenômeno tão frutífero, tradutores e intérpretes são fundamentais; afinal, transpõem mensagens e pontos de vista de um idioma para outro.

O mundo apresenta cada vez menos distâncias no que tange à transmissão de mensagens e obras artísticas, como filmes, livros e séries, e isso se dá graças ao trabalho de quem traduz. Se você está pensando em seguir essa carreira, confira três áreas em que pode atuar exercendo essa missão tão importante.

1. Mercado editorial

(Fonte: Giphy)

A adaptação de livros é uma das áreas de atuação. O profissional pode trabalhar para editoras oferecendo traduções como freelancer ou prestando serviço mediante contratos fixos de trabalho. É possível transpor conteúdos técnicos ou literários, mas contos, poemas e romances tendem a exigir bastante sensibilidade e afinidade com as palavras, porque, em geral, usam figuras de linguagem difíceis de serem traduzidas.

Qual é a importância da psicologia social?

Se não é muito fácil que um escritor acerte na metáfora, também não é simples que um tradutor a transponha, até porque cada idioma tem suas particularidades e demanda um olhar diferente. É também nesse sentido que o tradutor de qualquer área precisa conhecer bem as extensões de todas as línguas com as quais trabalha.

Apesar de desafiador, é um trabalho gratificante. Você já deve ter ouvido falar do grande escritor russo Fiódor Dostoiévski (1821-81). Densas, suas obras abordam dilemas universais da humanidade e não por acaso estão entre os maiores clássicos da literatura mundial. Por mais que ele seja conhecido no Brasil há mais de 100 anos, foi só em 2001 que a primeira tradução direta da sua mais famosa obra, Crime e Castigo, foi lançada no país.

Leia mais sobre as diversas profissões e planeje sua carreira

Antes disso, as edições distribuídas por aqui eram adaptações de traduções de outros idiomas, o que comprometia boa parte do que tinha sido originalmente escrito. Foi só depois do trabalho de Paulo Bezerra, tradutor, crítico e professor conhecido pelas traduções de diversas obras de Fiódor Dostoiévski, que os brasileiros tiveram a oportunidade de se aproximar ainda mais da obra.

2. Cinema e TV

(Fonte: Giphy)

Pense nos grandes clássicos do cinema, nas suas séries preferidas, nos desenhos animados que fizeram sua infância mais feliz. Pense em como seria se eles não tivessem nenhuma tradução (legendas ou dublagens) para o português. Viu o quanto é importante o papel de quem trabalha nessa área?

A atuação desse profissional também deve levar em conta as particularidades de cada idioma. O tradutor precisa estudar e conhecer bem as gírias e os dialetos da língua que explora, para conseguir adaptar a fala dos personagens a textos que façam sentido.

10 livros que todo aluno de Direito precisa ler antes de sair da faculdade

A primeira dublagem à qual os brasileiros tiveram acesso foi do filme Branca de Neve e os Sete Anões, de 1937. Foi também graças ao trabalho de bons tradutores que a primeira grande obra dos Estúdios Disney atravessou fronteiras.

3. Turismo

(Fonte: Giphy)

Os maiores pontos turísticos do mundo têm placas e orientações em pelo menos duas línguas. Quando se visita um país cujo idioma você não domina, é necessário acessar guias e manuais com informações históricas e culturais dos espaços por onde passa. Além disso, menus, revistas, contratos de hotéis e formulários de reclamação demandam traduções com bastante frequência. Não é difícil entender, portanto, por que o trabalho do tradutor é tão importante para o setor de turismo.

6 carreiras em Teologia que vão muito além da Igreja

Muitos hotéis, pontos turísticos e veículos destinados a turistas costumam oferecer serviços de intérpretes. Isso sem contar os guias autônomos ou ligados a agências de viagens, que precisam dominar o idioma do viajante e do país em que estão.

Há ainda um tipo de profissional de tradução que atua entre o âmbito de turismo e o meio corporativo: o intérprete de acompanhamento. Antes conhecido como escort interpreting, em geral ajuda executivos em viagens profissionais para facilitar a comunicação em negociações, por exemplo.

Fonte: Intérpretes Profissionais, Folha de S.Paulo, Revista Superinteressante

Gostou desse conteúdo? Conheça mais sobre o curso de Letras.